Por pbagora.com.br

Com uma volta voadora no fim do treino classificatório, Sebastian Vettel vai largar na pole position do GP da China, que será disputado neste domingo. O alemão da RBR conseguiu a primeira posição pela segunda vez na carreira, a primeira da equipe. A outra foi no GP da Itália de 2008, quando ele conseguiu sua primeira vitória, ainda com a STR. Fernando Alonso, da Renault, fez um excelente tempo e sai em segundo, 197 milésimos mais lento que Vettel.

Mark Webber, companheiro de Vettel na RBR, sai na terceira posição, mas foi superado por quase três décimos pelo alemão. Rubens Barrichello, da Brawn GP, superou pela primeira vez no ano o companheiro Jenson Button em um treino classificatório e larga em quarto. O inglês será o quinto colocado no início da corrida deste domingo em Xangai.

A Rede Globo transmite o GP da China neste domingo, às 4h (horário de Brasília), com narração de Galvão Bueno, comentários de Reginaldo Leme e Luciano Burti, e reportagens de Mariana Becker. O GLOBOESPORTE.COM acompanha, em Tempo Real, as 56 voltas da prova em Xangai.

Jarno Trulli, da Toyota, marcou o sexto tempo, à frente de Nico Rosberg, da Williams, o melhor no último treino livre, realizado na manhã deste sábado em Xangai. Kimi Raikkonen, da Ferrari, não conseguiu fazer frente aos carros mais rápidos e sai apenas em oitavo, uma posição à frente de Lewis Hamilton, da McLaren, o nono colocado. Sebastien Buemi, da STR, fez um bom treino e completa a lista dos dez primeiros no grid do GP da China.
 

Nelsinho e Massa não conseguem vaga na superpole
Pela terceira vez seguida na temporada 2009 da Fórmula 1, Nelsinho Piquet foi eliminado do treino classificatório ainda na primeira parte (Q1). O brasileiro da Renault vinha fazendo boas voltas, mas foi superado nos momentos finais e, para completar, ainda errou na primeira e segunda parciais de sua última tentativa e abortou a volta. Ele vai largar apenas em 16º, beneficiado pela troca de câmbio do alemão Timo Glock, da Toyota, que caiu para 19º.

Robert Kubica, da BMW Sauber, que avaliou o Sistema de Recuperação de Energia Cinética (Kers) nos treinos livres pela primeira vez na temporada, optou por brigar pela pole e correr sem ele em Xangai. O polonês foi eliminado ainda no Q1 com o 17º tempo, após ser superado pelo companheiro de equipe Nick Heidfeld, que avançou ao Q2.

Felipe Massa, da Ferrari, foi eliminado ainda na segunda parte. O brasileiro saiu com os pneus supermacios para tentar uma volta rápida, mas errou, estragou a borracha e ficou apenas na 13ª posição no grid de largada. Enquanto isso, Kimi Raikkonen, seu companheiro de equipe, avançou à última parte do treino.
 

Globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.