Por pbagora.com.br

O Campinense começou ontem a se preparar para uma verdadeira decisão no próximo domingo, às 18 horas, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, contra o Fluminense local. Em jogo estão a primeira colocação do Grupo A8, a invencibilidade da Raposa e a melhor campanha de toda a Série D, com 100 por cento de aproveitamento.

 

Com 15 pontos ganhos, o Campinense precisa apenas de um empate para garantir a primeira colocação do grupo. Para o Fluminense, com 12 pontos, só a vitória interessa, para igualar no mesmo número de pontos da Raposa, e superá-la no saldo de gols. O técnico Rui Scarpino acha importante a vantagem, mas não quer o time jogando apenas com o regulamento debaixo do braço.

 

“Não vamos chamar o Fluminense para cima da gente. Nós temos que fazer um jogo inteligente lá. Sabemos que vamos enfrentar muitas dificuldades, mas o Campinense tem também uma grande equipe, e vamos tentar sair de lá com a vitória. A vantagem só vamos olhar, no final da partida, caso seja necessário”, disse o treinador rubro-negro.

 

O atacante Tiago Potiguar está na bronca contra a torcida. Segundo ele, os torcedores não estão tendo paciência com uma equipe, que é líder, e tem a melhor campanha de toda a Série D. “Tivemos dificuldades, não fomos bem contra o Murici, mas o torcedor tem que apoiar o clube. Sabemos que precisamos melhorar, mas vaiar os jogadores não ajuda em nada, só atrapalha. Nós precisamos do apoio do torcedor e temos todas as condições de vencer o Fluminense lá na Bahia, e voltar para Campina Grande com a primeira colocação do grupo. É só ter um pouco mais de tranquilidade e concentração que a bola vai entrar”, disse o atleta.

 

 

Redação