Bomba fora de campo e sem a bola rolando. Um novo duelo está prestes a ser travado no tapetão.Um dia após serem conhecidos os classificados para a próxima fase da Série D do Brasileiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou os jogos da segunda fase da competição.

A entidade vai esperar o resultado do julgamento do São Raimundo-PA, denunciado no STJD por ter supostamente escalado de forma irregular o jogador Leandro Gleidson Diniz Seixas, na vitória por 4 a 0 contra o Baré-RR, pela quarta rodada do campeonato. O clube paraense está incurso no artigo 214 do CBJD, o mesmo que puniu o Itabaiana-SE há duas semanas, deve perder pontos e ser multado, sendo então eliminado da Série D.

A consequência dessa punição também vai alterar a grande maioria dos confrontos do primeiro mata-mata.

Uma possível punição ao clube paraense mudaria praticamente todos os confrontos do mata-mata definidos no último domingo, e beneficiaria diretamente o Campinense e Sousa, representantes da Paraíba na competição. Dos 16 duelos, apenas três não sofreriam mudanças. As novas datas foram definidas pela CBF para os dias 09/07 (ida) e 16/07 (volta).

Como no mata-mata apenas os 15 melhores segundos colocados dos 17 grupos avançam, a Desportiva Ferroviária, do Grupo A13, entraria na vaga por causa do número de gols marcados. Inter de Lages, vice-líder do Grupo A16, continuaria fora.

 

O beneficiado com suposta irregularidade do São Raimundo-PA seria a Desportiva-ES, que embora tenha sido vice-líder do Grupo A-13, com os mesmos oito pontos do Campinense, não se classificou por conta de um gol (o tento anotado por Reinaldo Alagoano, o segundo da Raposa no último domingo, acabou eliminando os capixabas).

 

Com a entrada da agremiação do estado do Espírito Santo na segunda fase, 13 dos 16 duelos dessa etapa da Série D sofreriam alteração.

 

Além de ganhar mais tempo de preparação e por ventura se reforçarem seus elencos, Campinense e Sousa podem cair em chaveamentos diferentes e conquistarem juntos o acesso à Série C.

 

Campinense e Sousa seriam alocados em chaveamentos diferentes, com a Raposa passando a encarar o Fluminense de Feira e o Dinossauro tendo que pegar o Guarany de Sobral.

 

Caso o São Raimundo seja excluído da competição, Raposa e Dinossauro só teriam chance de se enfrentarem na Série D 2017 numa eventual fase de quartas de final (o famoso “mata-mata do acesso”), que terá seus quatro confrontos definidos de acordo com a classificação geral. Com isso, os dois teriam chances de conquistar a acesso para a Série C de 2018.

 

 

PB Agora

Deixe seu Comentário