O Palmeiras deu nesta terça-feira um importante passo para chegar às semifinais da Copa Libertadores. Com um golaço de Gustavo Scarpa no primeiro tempo e um jogador a menos desde os 31 minutos da etapa final (Felipe Melo foi expulso), o Verdão venceu o Grêmio por 1 a 0, na Arena, em Porto Alegre, e agora joga por um empate na próxima terça, às 21h30, no Pacaembu, para ficar com a vaga. O vencedor deste confronto enfrenta Flamengo ou Internacional.

O Tricolor terá de vencer em São Paulo. Se conseguir devolver o placar (1 a 0), a decisão será nos pênaltis. Uma vitória marcando dois ou mais gols (2 a 1 ou 3 a 2, por exemplo) dá a vaga aos gaúchos.

Empurrado pela torcida, o Grêmio tentou sufocar desde o início da partida, mas encontrou um Palmeiras bem posicionado na defesa. Everton foi seguido de perto por Dudu e pouco apareceu. O máximo que o Tricolor conseguiu foi um chute de longe sem grande perigo de Jean Pyerre, aos sete minutos. O Verdão começou bem, com Dudu perdendo boa chance aos quatro minutos, mas o excesso de passes errados atrapalhou. O gol alviverde saiu aos 30 em cobrança de falta de longa distância.

E que golaço! Marcos Rocha ajeitou, e Gustavo Scarpa acertou um lindo chute no ângulo esquerdo de Paulo Victor. Os gremistas voltaram a insistir, controlaram o jogo, mas sem assustar. Nos minutos finais, time e torcida reclamaram de dois pênaltis: um de Diogo Barbosa em Alisson e outro após a bola tocar no braço de Luan na área. Em ambos, o árbitro Patricio Lostau ignorou.

O Palmeiras ficou muito perto de aumentar a vantagem no início da etapa final. Dudu, de cabeça, exigiu ótima defesa de Paulo Victor – Luan não conseguiu completar. No lance seguinte, também pelo alto, Luiz Adriano desviou com perigo. O Grêmio mostrou nervosismo para reagir. A entrada de Diego Tardelli no lugar de André em nada alterou a força ofensiva. O time voltou a concentrar seu jogo em Everton. Aos 23, ele recebeu nas costas da defesa e chutou fraco para Weverton pegar. O Verdão ganhou velocidade com Carlos Eduardo na vaga de Luiz Adriano. Em passe dele, aos 30, Dudu carimbou a trave. No minuto seguinte, Felipe Melo cometeu falta em Luciano e, como já tinha amarelo, recebeu o cartão vermelho. Os gremistas foram para cima. Jean Pyerre, aos 40, bateu perto, à esquerda. O time pressionou, rondou a área insistentemente, mas os palmeirenses se fecharam muito bem e garantiram a vitória fora de casa.

O meio-campista marcou nesta terça seu sexto gol (um golaço, na verdade) em sete partidas pelo Palmeiras na competição deste ano. Ele é também agora o artilheiro do torneio, ao lado de Marco Rúben, do Athletico, e o goleador do Verdão na temporada, com dez, um acima de Dudu.

Globoesportes.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibano de CG dá o tom na festa do inédito título do Athletico na Copa do Brasil

O inédito título da Copa do Brasil conquistado pelo Athletico Paranaense na última quarta-feira, com a vitória de 2 a 1 sobre o Internacional, eternizou na história do clube quatro…

Paraibano Santos ganha primeira convocação para Seleção Brasileira

Campeão da Copa do Brasil na quarta-feira (18) pelo Athletico Paranaense, o paraibano Santos, foi convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos próximos dois amistosos. Natural de…