O Palmeiras abriu boa vantagem ao derrotar o Colo-Colo (CHI) por 2 a 0, nesta quinta (20), em Santiago, pela partida de ida das quartas de final da Libertadores. Bruno Henrique e Dudu marcaram os gols. É o quinto triunfo do time alviverde em cinco jogos como visitante na competição.

 

A vitória mostra a força da equipe do técnico Luiz Felipe Scolari fora de casa e dá motivos para o torcedor acreditar que é possível reverter a vantagem do Cruzeiro na próxima quarta (26), em pleno Mineirão, quando o time terá que vencer por dois gols de diferença para conseguir a vaga na final da Copa do Brasil.

 

Com o triunfo no Chile, são quatro vitórias e dois empates em seis partidas longe de seus domínios. Um aproveitamento de 78%. Como mandante, com Felipão, o time disputou sete jogos, venceu cinco e perdeu dois (71%).

O próximo confronto entre Palmeiras e Colo-Colo será no dia 3 de outubro, no Allianz Parque, e o time de Felipão pode até perder por um gol de diferença para avançar. Antes, além da decisão contra o Cruzeiro, joga duas vezes pelo Brasileiro. No próximo domingo (23) enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, e no dia 30 enfrenta novamente a equipe mineira.

 

 

A partida pela competição sul-americana, nesta quinta, estava cercada de expectativa graças ao reencontro entre o clube paulista e o meia Valdivia, ídolo de sua história recente, mas que saiu em baixa da equipe em meados de 2015.

Com a bola rolando, não demorou muito para o Palmeiras calar os eufóricos 40 mil torcedores chilenos que cantarolavam sem parar no estádio Monumental.

Após boa trama no ataque com Borja, Dudu cruzou para Moisés, que ajeitou para o volante Bruno Henrique marcar, aos 2min, seu 12º gol no ano, o terceiro nesta edição da Libertadores.

O domínio do clube brasileiro era total até a primeira metade do primeiro tempo, mas os jogadores não souberam converter a posse de bola e pressão em gols.

 

Jogador mais perigoso do rival, Valdivia era vigiado de perto pelo volante Thiago Santos. No entanto, após o palmeirense ser advertido com cartão amarelo por cometer falta em Paredes, a meia chileno passou a ter mais espaço para atuar, e com isso o Colo-Colo cresceu no jogo.

No segundo tempo, os donos da casa partiram para o ataque e reclamaram de pênalti logo aos 8 minutos, após chute de Valdivia resvalar na mão de Mayke.

 

O juiz uruguaio Andres Cunha foi comunicado via rádio e decidiu rever o lance pelo sistema de árbitro de vídeo.

Após a consulta, sinalizou apenas escanteio, por não ver a intenção do defensor no lance.

A pressão chilena continuou na partida, mas em um contra-ataque preciso, Dudu, aos 32min, colocou números finais na partida. Palmeiras 2 a 0.

 

Paranáportal

 

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

São Paulo vence o Athletico-PR e se aproxima do Santos

O São Paulo conquistou mais uma vitória importantíssima nesta quarta-feira, a quinta seguida na temporada. Visitando o Athletico-PR na Arena da Baixada em duelo válido pela 13ª rodada do Campeonato…

CLÁSSICO DO DESESPERO: o duelo decisivo de Galo e Belo para quem tem nervos de aço

O segundo Clássico Tradição do ano será pela Série C do Campeonato Brasileiro, será de “tirar o fôlego” e para torcedor que tem “nervos de aço”. Treze e Botafogo (PB),…