A Paraíba o tempo todo  |

Palmeiras e Corinthians são eliminados da Copa do Brasil

O Palmeiras está eliminado da Copa do Brasil. Nesta quarta (9), o Verdão foi derrotado pelo CRB por 1 a 0 no tempo normal e por 4 a 3 nas penalidades e deu adeus ao torneio nacional em que é o atual campeão.

Depois de perder por 1 a 0 no tempo normal, o Verdão desperdiçou quatro cobranças nas penalidades e deu adeus à competição. O gol do time alagoano com a bola rolando foi marcado por Ewandro.

O Palmeiras levou um susto logo aos três minutos, com Ewandro abrindo o placar para o CRB após erro de Victor Luis. A partir deste momento, o Alviverde controlou as ações ofensivas e criou algumas chances para igualar, porém esbarrou na falta de pontaria e em defesas de Diogo Silva.
Na segunda etapa, o cenário foi mantido. Enquanto o CRB esteve fechado em seu campo, buscando o contra-ataque, o Palmeiras alugou a intermediária ofensiva, apostando em chutes de fora da área e cruzamentos.

Na primeira chegada do Palmeiras, Rony foi acionado pelo lado direito da área e tocou para Wesley, que desviou na pequena área e parou em defesa do goleiro. Em seguida, no entanto, o CRB abriu o placar aos cinco minutos. Victor Luis tocou de cabeça errado, Diego Torres fez bom passe para Ewandro, que invadiu a área e finalizou por cima de Weverton.

Na sequência, Rony recebeu passe de Mayke nas costas da defesa, tirou do goleiro e viu Gum afastar a bola em cima da linha. Depois de passar um bom tempo sem chegar com perigo, o Verdão assustou em dois lances seguidos. Primeiro, Victor Luis finalizou de fora da área e exigiu defesa de Diogo Silva. Logo em seguida, Renan desviou de primeira dentro da área e, a bola passou rente à trave.

Na reta final do primeiro tempo, o Palmeiras ainda levou perigo com dois chutes de fora da área. Primeiro, Scarpa mandou à direita do gol, com Diogo Silva só olhando. Na sequência, foi a vez de Veiga arriscar e exigir boa intervenção do goleiro do time alagoano.

Segundo tempo
Logo no início do segundo tempo, Diogo Silva fez uma grande defesa e impediu o gol de empate do Palmeiras. Luiz Adriano aproveitou cruzamento desviado e finalizou de primeira, parando no goleiro. Em contra-ataque, o CRB quase marcou o segundo no jogo. Reginaldo enfiou para Diego Torres, que saiu na cara de Weverton e finalizou em cima do arqueiro.

Scarpa cruzou pela direita e Rony apareceu na segunda trave para cabecear, acertando a rede pelo lado de fora. A partir dos 25 minutos, Scarpa passou a arriscar diversos chutes de fora da área, já que o CRB bloqueou os espaços. A maior parte deles foi para fora, porém Diogo Silva também voltou a trabalhar.

Breno Lopes teve ótima chance após cruzamento da esquerda, finalizando dentro da área e colocando o goleiro para trabalhar. Marcos Rocha pegou sobra na entrada da área e encheu o pé, vendo Diogo Silva espalmar e evitar o gol. No último lance, Scarpa chutou por cima do gol, levando a decisão para os pênaltis.

Nas penalidades, Willian, Scarpa e Victor Luis converteram as suas cobranças pelo Palmeiras. Do lado do CRB, Diego Torres, Hyuri e Carlos Jatobá balançaram as redes. Guilherme Romão, Reginaldo, Dudu e Diogo Silva, do time alagoano, desperdiçaram as cobranças, enquanto Lucas Lima, Breno Lopes e Marcos Rocha pararam em defesas de Diogo Silva, e Luiz Adriano mandou no travessão, culminando na eliminação do Palmeiras.

Agora, o CRB aguarda a definição de todos os classificados para as oitavas da Copa do Brasil. A CBF, então, fará um sorteio para definir os confrontos da próxima fase do torneio. O Palmeiras volta a campo neste domingo, contra o Corinthians, às 18h, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.

A queda precoce na terceira fase faz com que o Alviverde consiga feito negativo que somente outros dois clubes campeões no ano anterior conseguiram: cair diretamente na fase em que entrou por vir da Conmebol Libertadores.

Em 2015, o Atlético-MG, campeão em 2014, caiu para o Figueirense, nas oitavas. O mesmo aconteceu com o Athletico-PR, campeão em 2019 e que caiu para o Flamengo, nas oitavas, em 2020.

Corinthians – O Corinthians não conseguiu os gols de que precisava e foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético-GO, na noite desta quarta-feira, depois de um empate por 0 a 0 no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

A vitória por 2 a 0 na Neo Química Arena, há uma semana, garantiu o Dragão nas oitavas de final do torneio. Agora, um sorteio vai definir os próximos confrontos.

Com Bruno Méndez na vaga de Fagner, suspenso, o Corinthians também teve Piton no lugar de Fábio Santos entre os titulares. No mais, Sylvinho apostou na equipe que venceu o América no último domingo.

O resultado foi um primeiro tempo em que a equipe pouco conseguiu criar jogadas de perigo. O Atlético-GO, mais uma vez, se defendeu bem.

Tudo poderia ter sido diferente se o árbitro tivesse visto um revide de Willian Maranhão em Gabriel. O lance, que poderia render pênalti aos corintianos e expulsão do adversário, foi ignorado por Caio Max Augusto Vieira.

Na etapa final, Mosquito perdeu uma chance cara a cara com Fernando Miguel.

Sylvinho, então, colocou Vital, Adson e Jô, e foi para a pressão. Léo Natel e Ramiro também entraram, mas, não teve jeito.

O Corinthians não sofreu atrás, mas também não conseguiu furar a retranca do Dragão. Assim, deu adeus à Copa do Brasil.

ESPN com Gazetaesportiva

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe