Por pbagora.com.br

Foi no sufoco, na base da pressão, mas o Goiás conseguiu manter sua série invicta. Depois de sair perdendo, o time de Hélio dos Anjos conseguiu a virada aos 47 minutos do segundo tempo, com um gol de Júlio César, e venceu o Santo André por 2 a 1. Conseguiu a quinta vitória consecutiva diante de 847 pagantes – o menor público deste Campeonato Brasileiro – no Anacleto Campanella.

Com o resultado, o time do Centro-Oeste subiu para a terceira posição, agora com 29 pontos. Já o Ramalhão, que teve a estreia do técnico Alexandre Gallo, segue em 14º lugar, com 18 pontos. Na próxima quarta-feira, o Santo André visita o Avaí, na Ressacada. Já o Goiás tenta se manter no G-4 contra o Flamengo, no Serra Dourada.

Goiás um pouco melhor

O primeiro tempo foi ruim no Anacleto Campanella, estádio utilizado para receber a partida, já que o gramado do Bruno José Daniel passa por reformas. Com muitas dificuldades de tocar a bola, Santo André e Goiás castigaram os poucos torcedores que compareceram ao estádio em São Caetano. Prova é que o primeiro momento de emoção aconteceu somente aos 30 minutos.

Em jogada individual, Iarley avançou e chutou, mas a bola saiu um pouco acima do travessão de Neneca. E assim, aos poucos, o Goiás começou a se impor na partida e fazer as melhores jogadas. Aos 35, Júlio César bateu forte, e o goleiro do Santo André espalmou. Marcel ainda precisou salvar o gol tirando a bola em cima da linha. Seis minutos depois, Zé Carlos arriscou de fora e viu a bola passar perto do ângulo direito do rival.

Numa das poucas chances do Ramalhão, e a única a animar a pequenina torcida, saiu dos pés de Marcelinho Carioca, aos 43 minutos. Depois de receber cruzamento de Arthur, o experiente meia, de bicicleta, obrigou Harlei a fazer uma defesa. A torcida, irritada, pediu por Pablo Escobar.

Escobar muda o jogo, mas Goiás consegue virar

Atendendo ao desejo dos torcedores, o estreante Alexandre Gallo promoveu mudanças que tornaram o Santo André melhor no segundo tempo, com Pablo Escobar e Júnior Dutra. A equipe passou a pressionar mais o Goiás.

No primeiro lance de perigo, o paraguaio naturalizado boliviano ajeitou no peito e chutou contra Harlei, obrigando o goleiro goiano a espalmar para fora, aos quatro minutos. Depois, novamente Escobar protagonizou um lance bizarro, quando bateu de fora da área, e a bola saiu pela lateral.

Apesar da jogada esquisita, foi ele que abriu o placar para o time do ABC paulista, que dominava a partida. Aos 21 minutos, impedido, ele recebeu passe de Romulo na área. O goleiro Harley conseguiu salvar no primeiro lance, mas depois o atacante pegou o rebote do chute de Marcelinho Carioca e fez 1 a 0 para o Santo André.

Não deu muito tempo para o Santo André curtir a vitória. Aos 32 minutos, o Goiás conseguiu um rápido contragolpe puxado por Júlio César, que cruzou rasteiro para Iarley empatar por 1 a 1. Foi o sétimo gol do camisa 9 do time esmeraldino no Campeonato Brasileiro.

Já nos acréscimos, o Goiás encontrou a vitória num contra-ataque armado por Bruno Meneghel. Em jogada rápida, ele passou para Júlio César, que aos 47 minutos deu o 2 a 1 ao time goiano.

 

globoesporte.com