Por pbagora.com.br

 Um jogo horrível. Foi dessa maneira que o técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, analisou o empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, em partida realizada na noite desta quarta-feira, em Uberlândia, pelo Campeonato Brasileiro. O comandante do Tricolor disse que seu time não conseguiu se adaptar ao estilo de jogo do adversário e que, pelo que os dois times apresentaram, ninguém merecia ter vencido.

– Foi um jogo horrível. Acho que não vi muita coisa nesse Brasileiro, mas o de hoje foi muito ruim. A bola não parava. Era só balão. Foi um jogo que não interessou para nós, só para o Atlético-PR, que tinha velocidade. Não foi um jogo pensado. Em nenhum momento conseguimos nos adaptar. As únicas coisas boas foram gols. Em um jogo ruim como esse, sair quatro gols, é algo que deve ser comemorado – afirmou.

Elogios mesmo só para Luis Fabiano. O treinador, grande defensor do centroavante no clube, destacou a garra dele no setor ofensivo. O camisa 9 sofreu o pênalti que Rogério Ceni converteu e, aos 46 minutos, empatou a partida desviando a bola com o braço esquerdo após erro de Natanael no corte.
– Fico feliz por ele ter marcado. Ele é um cara que está lutando demais. Pena que não fez o outro gol na chance que teve. Ele normalmente não erra aquela jogada. Ele está merecendo demais – – ressaltou o comandante.

Confira os principais trechos da entrevista de Muricy:
Substituição de Pato

– Saiu porque não era jogo para ele, não se encontrou em nenhum momento. A bola quase não passou pelo meio. O Maicon fez muita falta, porque ele ajuda a armar o time junto com o Ganso. O moleque (Boschilia) entrou e, mesmo sem ter se destacado, se adaptou mais ao jogo que era muito de combate.

Retorno de Denilson
– Entrou e foi bem. Só saiu porque ficou cansado e pediu para ser substituído. Hudson teve pouco tempo para ser analisado.

Defesa tomando muitos gols
– O time está tomando gols porque não está marcando bem. E quando falo isso, é desde lá do ataque que não está funcionando.

Campanha
– Acho que estamos no bolo com muita gente. O campeonato está muito indefinido na parte da frente. Até o décimo colocado, a distância é pequena. Se terminarmos assim, estaremos alcançando nosso objetivo. Não tenho dúvida de que voltaremos mais fortes após a parada do campeonato.

Próxima partida: Atlético-MG
– Será um jogo diferente, até pelo estilo das duas equipes. Mas dentro da nossa casa temos de nos impor e buscar a vitória para terminar bem essa primeira etapa do torneio.

Globo.com