Por pbagora.com.br

O piloto de Fórmula 1 brasileiro Felipe Massa concedeu nesta segunda-feira, 3, sua primeira entrevista após o acidente sofrido nos treinos de classificação do Grande Prêmio da Hungria. O vídeo da entrevista foi divulgado no site da Ferrari.

Massa diz que se lembra pouco do acidente. "Estava na Q2, encontrei o Rubinho de longe, e depois não me lembro mais de nada. Já vi diversas fotos, mas não tenho uma memória real do que aconteceu".

 

O piloto diz que espera melhorar o mais rápido possível, "para voltar às pistas o mais rápido possível". Ele também agradeceu a Deus e as milhares de mensagens recebidas desde o acidente. "Do jeito que as pessoas estão torcendo por mim, também torço por elas", disse.

 

Questionado se tinha algum conselho a dar para Michael Schumacher, que assumirá seu carro já no próximo circuito, Massa foi enfático: "Michael não precisa do meu conselho. Ele sempre soube 100% o que tem que fazer".

 

Retorno ao Brasil

 

Massa deixou nesta segunda-feira, 3, o hospital de Budapeste no qual estava internado e empreendeu viagem em um avião privado em direção ao Brasil. A previsão é que o avião-ambulância da Swiss, com Felipe Massa a bordo, pouse no Aeroporto Internacional de Cumbica, em São Paulo, às 17h40.

 

As imagens da saída do brasileiro do centro hospitalar foram registradas pelos meios de comunicação italianos, como o La Repubblica, que deram ampla repercussão ao estado de saúde do piloto da Ferrari.

Nelas é possível ver como o piloto é levado em uma ambulância desde o hospital a um aeroporto e posteriormente em uma maca até o avião que o traz para o Brasil.

 

O voo é procedente de Budapeste, na Hungria, com escala em Dakar, no Senegal. O piloto viaja acompanhado da esposa, Rafaela, e do médico particular, Dino Altmann. Ainda na pista, deverão embarcar num helicóptero com destino ao Hospital Albert Einstein.

 

"Temos várias reuniões agendadas com a equipe médica do hospital, onde serão realizados novos exames. Minha expectativa é de poucos dias de internação", afirmou o médico particular de Felipe." O Felipe está muito bem. Parece apenas um cidadão que teve um corte no supercílio esquerdo", explicou Altmann.

 

A data da fixação da fratura sofrida na órbita ocular esquerda, pela pancada da mola solta na pista, será avaliada no hospital.

 

Estadão