Por pbagora.com.br

O técnico Mano Menezes não acredita que os zagueiros adversários estejam evitando disputar jogadas mais bruscas com o atacante Ronaldo, em virtude da grave lesão no joelho esquerdo que o afastou dos gramados por mais de um ano. Para o treinador, o Fenômeno resistirá a qualquer lance.

– Pode marcar mais duro. A gente aguenta. É quase uma ofensa falar que não estão marcando o Ronaldo de forma dura. Estamos até desrespeitando o zagueiro adversário. Em Campinas, o zagueiro do Guarani quase arrancou a perna do Ronaldo naquele lance – afirmou o comandante alvinegro.

Mano elogiou ainda a recuperação do Fenômeno, principalmente pelo que conseguiu no clássico de domingo, contra o São Paulo, no Morumbi. No segundo tempo, o craque arrancou do meio-de-campo e marcou o gol que selou a classificação do Alvinegro à final do Campeonasto Paulista.

– Ele está provando que está cada vez melhor. Muito se falou que ele não teria mais a mesma velocidade, mas aquela arrancada, em um lance de 30m, comprova que ele não perdeu essa condição. O Ronaldo está muito envolvido e comprometido nessa melhora – acrescentou.

O treinador saiu em defesa do Fenômeno na polêmica que o envolveu no primeiro jogo das semifinais, diante do Tricolor, no Pacaembu. Os adversários reclamaram que Ronaldo deveria ter sido expulso ao cometer falta sobre o zagueiro André Dias. Ele só recebeu cartão amarelo.

– Foi um lance isolado. Ele perdeu o tempo da bola, mas não foi em cima da canela do André. Ele pisou no pé dele. Faz parte do jogo – completou.

globoesporte.com

Deixe seu Comentário