Por pbagora.com.br

 A quatro meses da maior luta de sua carreira, a disputa pelo cinturão de campeã mundial do UFC na categoria peso galo, contra a americana Ronda Rousey, atual vencedora do título, a paraibana Bethe “Pitbull” Correia buscou inspiração na comunidade campinense para seguir treinando com foco na luta do dia 1º de agosto.

Natural da cidade, a lutadora de 31 anos, que tem o apoio da Prefeitura de Campina Grande, fez questão de visitar a “Academia Popular de Saúde” do bairro Presidente Médici, na última segunda-feira, (06).

“Sou 100% dedicada ao esporte. E sei o que as atividades físicas podem trazer de benefício para as pessoas. É um projeto muito bom da prefeitura. A gente fica feliz de perceber a interação de jovens, adultos e pessoas da melhor idade fazendo exercícios juntos. A energia dessa galera é muito gostosa e realmente nos inspira”, comentou Bethe.

Sobre a luta com a atual campeão do peso galo, marcada para o Rio de Janeiro, Bethe Pitbull avisou que os treinos seguem tão fortes quanto o “peso da responsabilidade” que carrega.

“Eu sei da responsabilidade e da obrigação que tenho de representar bem o Brasil no dia 1º de agosto. E agora, nesse momento, com o apoio da Prefeitura de Campina Grande, eu sei o que posso fazer pelo MMA. Eu sei quantos jovens da cidade, de todo o país, se espelham na gente. Quero lutar bem para trazer esse cinturão. Vai ser uma luta não só por mim, mas todos os brasileiros. Meu sonho vai se tornar o sonho de muita gente”, disse Bethe.


Assessoria