Por pbagora.com.br

Prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab voltou a manifestar sua preferência pelo Morumbi como sede paulista da Copa do Mundo de 2014. Candidata à abertura do evento, a casa são-paulina foi descartada em junho pela FIFA, insatisfeita com o projeto de reforma planejado para o estádio.

"Tivemos uma boa reunião e estamos encaminhando as ações. Nosso esforço tem sido no sentido de ainda fazer uma proposta para viabilizar o Morumbi", afirma Kassab, após inauguração do Centro Olímpico de Vila Clementino, nesta sexta-feira. "Mas vamos aguardar. O nosso governador Alberto Goldman está conduzindo o processo com muita sabedoria", emendou.

O Palestra Itália, que está sendo reformado pelo Palmeiras, e o estádio do Pacaembu surgem como alternativas ao Morumbi. Há ainda a possibilidade da construção de um novo estádio, o Piritubão, na zona Noroeste da cidade. Entretanto, o governador Goldman já se manifestou publicamente contrário a esta hipótese.

Apesar de toda a polêmica envolvendo a participação de São Paulo na organização da Copa do Mundo, Kassab evitou críticas a Ricardo Teixeira, mandatário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador de 2014.

"O presidente Ricardo Teixeira tem sido corretíssimo em sua relação com a cidade de São Paulo. Ele exteriorizou publicamente a vontade da CBF e fez o pedido para que nos esforçássemos em ter aqui a abertura da Copa do Mundo", destacou.

Kassab também falou sobre a reforma da pista de atletismo do Centro Olímpico, que agora conta com um piso de primeiro mundo e é referendado com a melhor classificação da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf). O local será sede dos treinamentos da campeã olímpica de salto em distância, Maurren Maggi.

"Essa pista pode ser considerada uma das mais modernas do país. É uma pista aberta para o público e que servirá de incentivo para o esporte brasileiro", comentou o prefeito, deixando clara as intenções das reformas no local.

"Se você não tem investimento público em nenhum equipamento esportivo, você não fortalece o esporte olímpico. É isso o que temos feito aqui em São Paulo: muito investimento e muita capacitação dos profissionais para que possamos cumprir a meta não só de formar atletas, mas de dar condições para que o brasileiro possa praticar esporte, pois esporte é saúde", completou.

 

Terra