Por pbagora.com.br

O futuro do Campinense ainda é uma incógnita. O presidente interino do Clube, Paulo Gervany, confirmou em entrevista coletiva no Estádio Renatão, entendimento para formação de chapa e possível candidatura

Paulo, que foi eleito para o conselho deliberativo, mas que está ocupando a presidência por conta da desistência da chapa que foi eleita para a diretoria executiva, garantiu que as eleições devem acontecer nos próximos dias.

Paulo Gervany admitiu que ele mesmo pode ser o candidato ao cargo de presidente da diretoria executiva, caso haja um entendimento entre outros membros da política interna do clube. Essa definição sobre o candidato, ou até a possibilidade de mais de uma chapa concorrer, devem ser tomadas em um período de até 90 dias, que é o previsto pelo Estatuto do clube para a realização do novo pleito.

O Campinense vive um processo de instabilidade política após a renúncia de Erivaldo Ferreira, eleito no mês de maio e que acabou abrindo mão de assumir a presidência do Campinense, muito por conta da dívida que o clube tem, que segundo o próprio Erivaldo ultrapassa os R$ 20 milhões.

Em 2020, o Campinense disputará a Copa do Brasil, o Campeonato Paraibano e a Série D do Brasileiro.

SL

PB Agora

Deixe seu Comentário