Por pbagora.com.br

  A Copa do Mundo em casa começou hoje, de fato, para a seleção brasileira. Vinte e dois dos 23 jogadores se apresentaram no hotel Linx, ao lado do Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, pela manhã, e seguiram, por volta das 10h30m, para a Granja Comary, em Teresópolis, onde chegaram ao meio-dia.

Os primeiros atletas a se apresentar foram os que atuam no futebol carioca: o goleiro Jéfferson, do Botafogo, e o atacante Fred, do Fluminense. Logo depois, apareceram os zagueiros Dante, do Bayern de Munique, e David Luiz, que acaba de trocar o Chelsea pelo PSG. O goleiro Júlio César, do Toronto FC, o lateral-direito Daniel Alves, do Barcelona, o meia Oscar, do Chelsea, o zagueiro Thiago Silva, do PSG, e o atacante Hulk, do Zenit, chegaram em seguida. Os demais foram levados ao hotel numa van que partiu do Aeroporto Santos Dumont, na Zona Sul carioca.

Com seu porte avantajado, Hulk é o único paraibano na seleção que disputa a Copa do Brasil 2014 e pode se tornar o segundo a ser campeão mundial, feito até então conseguida apenas pelo volante Mazinho em 1994, nos Estados Unidos.. Um dos titulares de Felipão tem uma das histórias mais improváveis entre os atletas da seleção. Paraibano de Campina Grande, Hulk começou a carreira jogando na lateral do Vitória, onde fez apenas duas partidas como profissional. Pouco aproveitado, aceitou jogar no futebol japonês: entre 2005 e 2008, passou por Kawasaki Frontale, Sapporo e Verdy Tokyo e começou a mostrar seu faro de gol. Mas foi apenas em Portugal que Givanildo virou Hulk e sua bomba de perna esquerda passou a ser mundialmente famosa. Artilheiro do Porto e melhor jogador da liga portuguesa de 2011, Hulk ganhou uma chance na seleção brasileira e, com simplicidade e obediência tática, tornou-se peça importante. Hoje é homem de confiança de Felipão.

Redação com Veja