Por pbagora.com.br

As portas da seleção brasileira de basquete feminino estão abertas para Iziane. Pelo menos é o que garante Hortência, diretora do departamento feminino da Confederação Brasileira de Basquete. Cansada de ver umas das principais jogadoras do país de fora da seleção, ela já se reuniu com o agente da ala, tentando reverter essa situação.

"As portas estão abertas para ela. Na hora que ela quiser voltar, ela pode voltar, desde que entenda que ela vai nos ajudar, somando com outras jogadoras a fazer uma equipe. A maior estrela que existe é a camisa da seleção", disse a dirigente à TV Globo. A ala/armadora já foi convocada este ano, em junho, mas não atendeu ao chamado.

Iziane envolveu-se em polêmica com o técnico Paulo Bassul durante o Pré-Olímpico de 2008, em que se recusou a entrar no jogo contra a Bielo-Rússia durante a prorrogação. Desde então, a ala/armadora não faz parte do grupo comandado pelo técnico.

"Ontem eu fiz uma reunião com o agente dela. Nós temos que conversar. Eu quero que ela amadureça a idéia, volte porque quer. Não volte porque eu pedi", completou a Rainha do basquete.

Hortência também falou sobre a possível volta de Nenê à seleção masculina: "já teve uma boa melhora. Conseguimos trazer quase todos os atletas que estão na NBA, falta só o Nenê, mas acredito que esse espírito olímpico vai entrar dentro dele."
 

 

Gazeta esportiva.net