Por pbagora.com.br

Washington tem 14 gols em 22 jogos na temporada. Mas não marca há quatro partidas pelo São Paulo . Na vitória por 2 a 1 sobre o América de Cáli, na última quarta-feira, pela Libertadores , perdeu uma chance clara. Desespero, ansiedade, má fase? O atacante garante que não. Ele está bem tranquilo e certo de que o jejum vai acabar logo.

– São quatro jogos sem marcar, mas isso não é má fase. Contra o América ajudei o time mais do que ele me ajudou. Abri espaços, trabalhei na marcação, fiz parede… Quando se está infeliz na matéria de gols tem que ajudar em outro sentido – explicou o atacante.

O jejum não abala mesmo o camisa 9. Enquanto o gol não sai, ele mantém a tranquilidade e garante não sentir qualquer pressão do torcedor:

– Sou bastante experiente nesse caso. Claro que a gente sempre quer fazer gols, mas sei que ficar nervoso e me abater só atrapalha. O torcedor gosta de me ver fazendo gols, e tenho certeza que tenho a confiança dele. Não se pode criar uma tempestade em copo d’água. No próximo jogo vou fazer, pode ficar tranquilo – acrescentou o Coração Valente.

O técnico Muricy Ramalho também não sentiu qualquer tipo de cobrança da torcida por causa da "seca" de Washington. Assim como o atacante, o treinador também está tranquilo sobre o assunto.

– Não vi cobrança em cima do Washington. Isso é coisa de centroavante. Quando não faz gol, se sente mal, pois vive disso. Mas ele é experiente e sabe lidar com a questão. Tem que ter calma e treinar, principalmente as finalizações – resumiu o comandante, lembrando que o time ficará quase duas semanas apenas treinando até o próximo compromisso, no dia 6, também pela Libertadores. O adversário ainda não está definido.

G1

Deixe seu Comentário