Por pbagora.com.br

O árbitro inglês Howard Webb, que apitou a final da Copa do Mundo entre Espanha e Holanda, se mostrou abalado com as críticas sobre ter permitido a violência dos jogadores, especialmente da equipe laranja. O juiz disse ao diário Sport que nunca foi tão pressionado na carreira quanto na decisão do Mundial, no último domingo (11).

– A noite de domingo foram as piores duas horas de toda a minha carreira. Estou física e emocionalmente esgotado. Ao menos a Fifa tem me apoiado muito.

As críticas a Webb tiveram fundamento. A partida entrou para a história como a final com maior número de cartões em todos os Mundiais (14 amarelos e um vermelho). Lances como uma solada do volante holandês no peito do meia espanhol Xabi Alonso chocaram o público, que esperava mais rigidez do árbitro. Porém, esta e outras jogadas foram punidas apenas com amarelos. A única expulsão – do zagueiro Heitinga – aconteceu no fim da disputa.

Além de não punir entradas duras dos jogadores, Webb também amenizou reclamações ríspidas, especialmente do atacante Robben. A Fifa, porém, se manteve ao lado do árbitro e considerou o trabalho bem feito na final.

Nesta terça-feira (13), o chefe da arbitragem da Premier League (Liga Inglesa de Futebol), Keith Hackett, definiu o desempenho de Webb como “muito bom”. Em entrevista ao jornal britânico Guardian, o dirigente disparou contra a falta de respeito dos jogadores.

– É injusto que Howard tenha sido tão criticado, porque, no geral, ele foi muito bem tecnicamente. Infelizmente, grande parte dos jogadores não mostrou respeito pela autoridade do árbitro. Não foi um bom exemplo de como a partida deve ser jogada e do respeito que se espera dos atletas.

O mau desempenho de Webb (que também é policial no Reino Unido), porém, consolidou uma Copa cheia de falhas de arbitragem. O gol do inglês Lampard nas oitavas de final contra Inglaterra, assim como o gol do argentino Tevez, que estava impedido, no duelo com o México, foram outros exemplos de erros que comprometeram o torneio e obrigarão a Fifa a rever as regras sobre o uso de tecnologia em campo.

 

 

R7

Notícias relacionadas

Campinense anuncia a demissão de Ederson Araújo

A derrota para o São Paulo Crystal por 2 a 1 no último domingo foi um golpe duro demais para o técnico do Campinense, Ederson Araújo, suportar. Na tarde desta…