A Paraíba o tempo todo  |

Fluminense empata com Barcelona no fim e segue vivo por vaga na semi da Libertadores

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Não faltou emoção no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Nesta quinta-feira, Fluminense e Barcelona de Guayaquil (EQU) empataram por 2 a 2 no Maracanã, em partida com direito a dois pênaltis já depois dos 40 minutos do segundo tempo. Gabriel Teixeira e Fred marcaram para os brasileiros, enquanto Preciado e Cortez fizeram para os equatorianos.

O confronto de volta acontece na próxima quinta-feira, no Monumental, no Equador, às 21h30 (de Brasília). Antes disso, o Flu vai até Porto Alegre enfrentar o Internacional pelo Campeonato Brasileiro às 20h30, tentando acabar com a sequência de três derrotas seguidas.

FLU NA FRENTE

A partida foi bem equilibrada no primeiro tempo. Enquanto o Barcelona teve um pouco mais da posse de bola, o Fluminense era quem tentava aproveitar contra-ataques para chegar, mas nenhum dos times levou muito perigo real. O único bom lance foi aos 25 minutos. Gabriel Teixeira sofreu a falta e ele mesmo colocou para dentro após batida de Cazares. O goleiro Burrai saiu mal, se chocou com Riveros pelo alto e o garoto de Xerém só aproveitou o rebote para colocar o Flu na frente.

QUASE

Em mais uma bola levantada na área quase saiu o gol de empate do Barcelona. Díaz cobrou a falta e Piñatares apareceu cara a cara com Marcos Felipe, tocando para Mastriani mandar para a rede. No entanto, o bandeirinha assinalou o impedimento, confirmado pelo árbitro de vídeo. Esta foi a primeira finalização dos equatorianos no gol.

O Fluminense retornou do intervalo colocando pressão no Barcelona e teve uma grande oportunidade no contra-ataque logo aos seis minutos, mas Fred não chegou na bola. Mais intenso, o Tricolor apostou nos espaços dados pelos adversários para tentar chegar, mas não soube concluir. Biel, um dos melhores em campo, sentiu dores na coxa e pediu para sair, dando lugar a Kayky.

Sem conseguir ampliar a vantagem, o Fluminense viu o domínio não se converter em gols e o Barcelona, que pouco ameaçou, deixou tudo igual. Aos 23 minutos, a marcação errou em todos os botes, Martínez cruzou na esquerda, Preciado subiu mais que Martinelli e cabeceou, contando com falha de Marcos Felipe para fazer 1 a 1.

UM A MENOS

Depois do gol, o Fluminense sentiu e se viu ameaçado. No entanto, aos 31 minutos o Barcelona se complicou ao ter Emmanuel Martínez expulso. Ele já havia recebido cartão amarelo no início do segundo tempo e acabou levando o segundo após falta em Samuel Xavier.

VIROU

Com um a mais, o Fluminense apostou na saída dos volantes para ter Abel Hernández e André como últimas mexidas, mas logo em seguida Nino derrubou Garcés e o árbitro assinalou a penalidade. Cortez foi para a cobrança, Marcos Felipe encostou nela, mas a bola passou por baixo dele na virada do Barcelona de Guayaquil.

JOGO LOUCO

Já entregando tudo para tentar amenizar o resultado, o Fluminense foi para cima e teve um pênalti a favor aos 46 minutos. Abel Hernández levou um chute no pé dado por Castillo e a arbitragem marcou. Na cobrança, Fred deixou o dele para colocar o 2 a 2 no placar.

IG

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      15
      Compartilhe