Por pbagora.com.br

O Flamengo demitiu o treinador Andrade nesta sexta-feira (23). A demissão foi comunicada pessoalmente ao técnico pela presidente do clube, Patricia Amorim. O vice-presidente de futebol Marcos Braz também foi exonerado do cargo.

Além dos dois, o diretor de futebol Eduardo Manhães foi demitido, o que significa uma reestruturação completa na cúpula flamenguista após a derrota do Campeonato Carioca e a classificação apertada na Libertadores. Joel Santana e Paulo César Carpegiani são cotados para assumir o comando do time.

A presidente do clube dará uma entrevista coletiva às 17h (de Brasília), logo após o treino do time, para comunicar oficialmente a decisão da diretoria do clube.

O vice-presidente geral, Hélio Ferraz, acumulará o cargo que era de Marcos Braz até que seja definido o novo dirigente. A intenção de Patrícia Amorim é contratar um profissional para o cargo, e o nome dos sonhos é Leonardo, atual técnico do Milan.

A reestruturação no comando do futebol do Flamengo tem como intenção acabar com os vários problemas da equipe, especialmente com as confusões fora de campo. Só neste ano foram registrados problemas com Petkovic, Adriano e Vágner Love. Atual campeão brasileiro, o Flamengo falhou na tentativa de conquistar o tetracampeonato carioca e se classificou com dificuldades para as oitavas de final da Libertadores.

 

Andrade ficou quase um ano no comando do Flamengo, em sua sétima oportunidade no comando do time, considerando o período em que assumiu interinamente o cargo. Nesta última, comandou o time em 51 partidas, com 32 vitórias, dez empates e nove derrotas.

R7

Deixe seu Comentário