Por pbagora.com.br

A Federação Paraibana de Futebol voltou a ganhar espaço no noticiário nacional, mais uma vez envolvida em escândalos. Neste domingo (05), o programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, traz a denúncia sobre o recebimento do auxílio emergencial do Governo Federal por dirigentes da Federação Paraibana de Futebol (FPF).

De acordo com a reportagem exibida na manhã, três dirigentes da FPF, além de irmãs do jogador paraibano Hulk receberam o auxílio de R$ 600 liberado pelo Governo Federal durante à pandemia do Coronavírus.

Gerson Tomaz da Silva Junior, Diretor de Registros e Transferências; Gustavo Trindade Paulo Diretor de Competições; Thalyta Costa Gomes neta de Rosilene Gomes e vice presidente da FPF são apontados como beneficiários do recebimento do auxílio.

Ainda segundo a denúncia, quatro irmãs do jogador paraibano Hulk também receberam o auxílio. O jogador lamentou o recebimento do auxílio pelas irmãS.

“Infelizmente é verdade. Fiquei sabendo ao ser avisado pelo meu assessor de imprensa. Perguntei às minhas irmãs e elas confirmaram. Não gostei, pois sempre ajudei toda minha família. Reclamei pela atitude, mas cada um é responsável pelos seus atos”, disse.

Redação

 

 

Deixe seu Comentário