A Paraíba o tempo todo  |

Empresário Arthur Bolinha será candidato a vice presidente do Treze na chapa encabeçada por Olavo Rodrigues

Candidato único para presidente do Treze, nas eleições que acontecem neste sábado, Olavo Rodrigues terá o empresário Arthur Bolinha como vice e registra chapa nesta sexta-feira no PV.

A decisão foi tomada em reunião em que teve a participação do Presidente do Conselho Deliberativo João Targino em em que predominou um consenso a respeito dos desafios à frente dos destinos do Treze. A tônica da conversa teria sido a reestruturação administrativa e jurídica e financeira.

O Treze tem diversas pendências que precisam de uma atenção especial, juntos Olavo e Bolinha vão trabalhar com uma diretoria técnica e com transparência, nesta sexta-feira às 10hs Olavo e Bolinha estarão no Estádio Presidente Vargas para registrar a chapa. A proposta é montar um time competitivo e forte para o Paraibano de 2022.

Esta semana, em entrevista coletiva concedida em um evento realizado na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Campina Grande, nesta terça-feira, o mandatário da entidade, o empresário Artur Almeida, mais conhecido como Artur Bolinha, afirmou que recebeu um convite para reger a Diretoria Executiva do Galo; no entanto, ele declinou da oferta, alegando não ter tempo disponível para se dedicar à função.
Apaixonado pelo Alvinegro da Borborema, Artur Bolinha foi cotado nos últimos dias como um possível candidato à presidência do seu clube de coração, que, desde a renúncia de Walter Júnior, no último fim de semana, está sendo comandado pelo presidente do Conselho Deliberativo, João Targino.

De acordo com Bolinha, o convite lhe foi feito quando ele estava fora do país, mas, em decorrência de sua atribulada agenda, foi de pronto negado. O empresário, no entanto, se mostrou à disposição do clube para ajudar  nesse processo de reestruturação que se aproxima, e nesse sentido, aceitou ser o candidato a vice na chapa a ser encabeçada pelo ex-presidente Olavo Rodrigues.

A eleição do Galo será para um mandato “tampão”, após a renúncia de Walter Cavalcanti Júnior. Ele renunciou após uma polêmica que surgiu após o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspender o presidente Walter Cavalcanti Júnior devido ao não pagamento de despesas referentes à partida contra o América-MG, pela Copa do Brasil de 2021. Quem tocou o clube para frente foi João Paiva, então vice-presidente, que, poucos dias depois, renunciou ao cargo. João Targino, presidente do Conselho Deliberativo, é o atual regente do futuro do clube, até este sábado.

SL
PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe