Por pbagora.com.br

Em interceptação telefônica obtidas através de uma investigação Polícia Civil e do Ministério Público, o a que vice-presidente de futebol do Botafogo-PB, Breno Morais, diz que pretende cometer uma fraude em um jogo do Belo contra o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil. Nas gravações, o dirigente dis pretender "passar a mão" na renda do confronto. Com base nesta informação, a polícia suspeita que o boletim financeiro da partida tenha sido adulterado.

No diálogo com o empresário de jogadores Alex Fabiano, Breno afirma seu intuito de maquiar o borderô. Confira o diálogo obtido pela polícia:

Breno Morais: Na chegada dele (goleiro Saulo)… na véspera do jogo contra o Atlético-MG, a gente vendeu 5 mil ingressos… dos cinco mil, deve ter uns mil sócios, então vendeu 4 mil ingressos já… eu acho que vai vender uns 10 mil ingressos… 9 pra 10 mil, vendido mesmo sabe… só que a gente tem que passar a mão na renda, né, que essa renda é 50/50 ou 60/40…
Alex Fabiano: Aqui pra nós… nosso CSA aqui… a renda deu… fora o sócio-torcedor… 600 mil… fora o sócio… divulgou 400… o São Paulo levou 60 por cento… ficou foi feliz o São Paulo… vai jogar por aí com time pequeno, pega 20 mil, 30 mil… São Paulo pegou cento e poucos mil… uma alegria da p…
Breno Morais: Aqui eu também vou… amanhã de manhã eu vou providenciar isso… eu digo, olhe meu filho… essa venda antecipada aqui… não tem para ninguém, não… não foi foi nada… vou tirar pelo menos uns dois mil a três mil ingressos… eu vou tirar.
Alex Fabiano: É, pô… não, Breno… clube grande não reclama isso, não… não quer saber disso, não… eles querem é passar…
Breno Morais: É… eu vou tirar aqui… vou tirar aqui… vou tirar.

"" 

Os investigados do Botafogo-PB pela Operação Cartola decidiram que não vão falar sobre o caso. O empresário alagoano Alex Fabiano, não foi localizado e o CSA divulgou uma nota oficial em seu site sobre o assunto e disse que o clube tem "um sistema eficiente de venda de ingressos que impede qualquer pessoa, ligada ao clube ou não, de fraudar qualquer tipo de relatório financeiro".