A Paraíba o tempo todo  |

Desembargador não acata recurso em favor de Rosilene e comissão organiza novas eleições

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

 O presidente interino da Federação Paraibana de Futebol, Ariano Wanderley, disse hoje que a presidente afastada Rosilene Gomes ingressou na justiça com um agravo para invalidar a liminar que a retirou do posto que ocupa há vinte anos.

Segundo Wanderley, o agravo não foi analisado pela corte do Tribunal de Justiça porque faltavam documentos que embasassem os argumentos contidos no documento. Assim, o recurso retornou às mãos da juíza Renata Câmara.

Ele disse ainda que a Comissão Provisória ainda não iniciou os preparativos para o processo eleitoral da Federação porque aguardam o julgamento da ação. Mas ressaltou que deve iniciar ainda esta semana.

O blog tentou contato com Rosilene Gomes, mas as ligações não foram atendidas.

Entenda o caso

Rosilene Gomes foi afastada da FPF na noite dessa quinta-feira (03) após decisão da juíza Renata Câmara, que acatou ação interposta pelo Auto Esporte, equipe de João Pessoa. Conforme a decisão, Rosilene deve ficar afastada por, pelo menos, 90 dias podendo esse prazo ser prorrogado por mais 60 dias. A magistrada entendeu que houve irregularidades na eleição realizada em 2010 pela Federação.

 



Redação com Blog do Gordinho

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe