Por pbagora.com.br

Dizem que a camisa 10 pesa. Principalmente por ter vestido craques como Maradona, Pelé, entre outros. Alguns jogadores, no entanto, se acostumam com essa responsabilidade desde cedo. É o caso de Matías Defederico. Contratado pelo Corinthians recentemente, o argentino herdou o número de Douglas, mas muito antes disso ele já tinha uma história, que começou lá atrás, no Club Brisas del Sud.

 

Localizado no bairro de Mataderos, em Buenos Aires, o pequeno clube foi o primeiro de Defederico. E logo de cara, com apenas seis anos, ele ganhou a camisa 10 do treinador Rosario Nania. Foi o técnico, aliás, que enviou a São Paulo para o jogador um uniforme como recordação dos velhos tempos. Brincalhão, Matías recebeu o presente e vestiu. Apesar de não ser do seu tamanho, ele se esforçou para colocá-la.

– Eu não cresci muito desde aquela época – brincou o meia-atacante do Timão.

Trajado com o uniforme que o consagrou dos seis aos 11 anos, Defederico lembrou com carinho do início da carreira. Com estreia confirmada pelo Corinthians para este domingo, no clássico com o São Paulo, no estádio do Morumbi, o garoto de 20 anos ainda tem fresco na memória as conquistas pelo Brisas del Sud.

– Foi um começo muito bom. Ganhei muitos títulos lá. Até hoje os meus amigos e os treinadores me ligam, para saber como estou, para me dar parabéns – falou Matías.

Não é por acaso que os ex-companheiros e comandantes ligam para saber de Defederico. Embora fosse criança quando atuou no Brisas, o seu nome é sinônimo de título em Mataderos. Após a chegada de Mati, a galeria ficou mais cheia.

– O Matías sempre mostrou, desde pequeno, que era diferenciado. Depois que ele chegou no clube, nós conquistamos seis títulos seguidos de uma competição para garotos e ficamos definitivamente com a taça – lembrou o técnico Rosario Nania.

O sucesso no pequeno clube chamou a atenção de outros clubes de Buenos Aires. Mas quem levou a melhor e contratou o garoto prodígio foi o Huracán. E no primeiro ano que colocou Defederico no profissional chegou ao vice-campeonato argentino.

A boa campanha fez o Corinthians partir para cima do meia-atacante, que no Huracán usava a camisa 20. Agora que ele está inscrito na CBF, o Timão espera ver o jogador brilhar, assim como fez em todos os outros clubes que passou em sua formação.

– Vou estrear em um grande clássico, uma partida mais difícil do que as outras. Mas estou preparado – finalizou Matías Defederico, falando do jogo com o São Paulo.

A partida deste domingo entre os rivais é válida pela 26ª rodada do Brasileirão.

globoesporte.com