Everton Ribeiro caminha a passos largos para ser o melhor jogador desta edição do Campeonato Brasileiro. Além de ser o destaque do líder Cruzeiro, o meia tem encantado o país com os belos gols marcados no Nacional. Neste domingo, na vitória por 1 a 0 da Raposa sobre o Santos, o camisa 17 celeste somou na Vila Belmiro mais uma pintura à sua coleção de golaços e ajudou a equipe a encurtar a distância para o título.

Conquista que poderá ser concretizada na próxima rodada. Com 68 pontos, o Cruzeiro enfrenta o Grêmio, que apenas empatou com o Bahia e está agora a 14 pontos dos cruzeirenses. Uma vitória deixaria os gaúchos a 17 pontos com 15 a serem disputados. O Botafogo, que perdeu para o Goiás, ficou a 15 pontos do líder e não alcançaria mais os mineiros no número de vitórias caso a Raposa de fato vença o Tricolor – 21 a 16 depois da rodada deste domingo.

Quem pode atrapalhar essa conta é o Atlético-PR, que entra em campo às 19h30 contra o Internacional e, com um triunfo, chega aos 55 pontos – 13 de diferença para o time celeste. Com resultados positivos das duas equipes em seus próximos compromissos, o título do Cruzeiro poderia acontecer só na 34ª rodada.

O jogo

O jogo foi na Vila Belmiro, casa do Santos, onde geralmente o Alvinegro se impõe sobre os rivais e mostra sua força como mandante. Contudo, essa imposição parece não ter entrado em campo junto da equipe que, muito recuada na etapa inicial, esperou o Cruzeiro em seu campo de defesa como se fosse um visitante parecendo temer a força do líder do campeonato. Além disso, ao contrário do rival, não pressionava a saída de bola adversária quando perdia a posse.

Sem ter nada a ver com a postura do adversário, o time celeste se aproveitou da passividade do Peixe e chegou à frente com facilidade. Envolvente, o ataque da Raposa trocava passes rápidos e contava com a movimentação constante de Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart, que criavam a maioria das jogadas dos mineiros. Nilton teve a melhor oportunidade do primeiro tempo, mas acabou pegando mal na bola e desperdiçou cara a cara com Aranha.

Na volta para o segundo tempo, Claudinei Oliveira sacou Willian José e promoveu a entrada de Victor Andrade, em uma tentativa de dar mais criatividade e mobilidade ao setor ofensivo santista. A alteração, porém, não surtiu efeito, já que o Santos tinha o jovem de 18 anos e Éverton Costa aberto pelos lados sem que Montillo ou Cícero chegassem como elemento surpresa pelo meio.

Grande destaque do Cruzeiro no Brasileirão, Everton Ribeiro somou na Vila mais um golaço ao seu repertório de pinturas na competição. Com a marcação frouxa, recebeu na ponta direita, tirou Mena para dançar e ainda invadiu a área antes de bater rasteiro e abrir o placar. A partir do gol, a Raposa ampliou ainda mais seu domínio da posse de bola e segurou a vantagem, explorando apenas os contra-ataques. Melhor durante todo o confronto, os mineiros fizeram por merecer a vitória conquistada fora de casa, resultado importante na corrida para assegurar o título com antecedência.

Na próxima rodada, o Cruzeiro terá confronto direto com o Grêmio, no Mineirão, domingo, às 17h. Já o Santos vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco, no Maracanã, também no domingo, mas às 19h30.

 

PB Agora com Lancenet

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Botafogo-PB anuncia saída do meia Marcos Aurélio após negociações

Um dos jogadores mais importantes do Botafogo-PB nos últimos anos, está deixando o clube. A direção do Belo anunciou, na que o experiente meio-campista Marcos Aurélio não fará parte do…

Corinthians perde para o Del Valle e se complica na Sul-Americana

O Independiente del Valle não havia vencido nenhum adversário na Copa Sul-Americana como visitante. O jejum terminou na noite dessa quarta-feira, dentro da Arena Corinthians, no primeiro confronto da semifinal…