Cruzeiro e Flamengo fazem nesta quarta-feira, às 21h45, a grande final da Copa do Brasil em uma partida sem favorito. Após empate em 1 a 1 no jogo de ida, no Rio, e sem o critério do gol qualificado, levantará o troféu de mais de 11 quilos dedicado ao vencedor o time que conseguir a vitória por qualquer placar. Em caso de nova igualdade, o campeão será conhecido nos pênaltis. A expectativa para o jogo é grande e a decisão pode estabelecer recorde de público no “novo” estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Os dois técnicos não confirmaram as equipes, sendo que o maior mistério está com o Cruzeiro do técnico Mano Menezes. “O único jogador que está confirmado é o Alisson”, despistou o treinador nesta terça-feira. “Os demais eu me reservo no direito de passar uma hora, uma hora e quinze (minutos antes do jogo). Dúvida por dúvida, os dois lados têm bastante”.

A maior dúvida fica no ataque, mas a tendência é que Raniel seja o escolhido para iniciar a partida. Rafael Sóbis e o uruguaio Arrascaeta, autor do gol do Cruzeiro no jogo de ida no estádio do Maracanã, devem esperar por uma chance no banco de reservas.

No Flamengo, a surpresa pode estar no retorno de Everton ao ataque. O jogador não atua há duas semanas em função de uma lesão muscular na panturrilha, mas no último treino antes da decisão ele foi a campo e participou normalmente do aquecimento – a imprensa não teve acesso à parte final da preparação. “Everton trabalhou normal, com bola no campo, sem problema”, revelou o técnico colombiano Reinaldo Rueda logo após a atividade. “Amanhã (quarta-feira) tomaremos a decisão se pode iniciar ou se será alternativa”.

O treinador colombiano prevê uma final equilibrada. “É mérito dos dois times pelos seus caminhos. Passaram por jogos difíceis para chegar nessa parte importante. O Cruzeiro tem grande história, está em grande momento e tem um grande técnico”, ponderou.

Caso conquiste a Copa do Brasil, o clube mineiro chegará a cinco conquistas e se igualará ao Grêmio como o maior vencedor da competição. O Flamengo, por sua vez, vai em busca da quarta taça.

Todos os ingressos para a partida foram vendidos e o público poderá ser superar aos 58.141 pagantes que estabeleceram o recorde de presença no Mineirão desde que ele foi reformado para a Copa do Mundo de 2014. A marca foi estabelecida na semifinal do Mundial, quando o Brasil levou 7 a 1 da Alemanha.

IstoÉ

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibano Santos ganha primeira convocação para Seleção Brasileira

Campeão da Copa do Brasil na quarta-feira (18) pelo Athletico Paranaense, o paraibano Santos, foi convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos próximos dois amistosos. Natural de…