Um placar magro, mas de importância imensurável para o Coritiba, que bateu a Chapecoense, por 1 a 0, no Estádio Couto Pereira, e chegou a seu terceiro resultado positivo seguido no Campeonato Brasileiro. Com isso, a equipe coxa-branca chegou aos 21 pontos, na 17ª colocação, um ponto atrás do primeiro time fora da zona de rebaixamento. A Chape, que caiu após cinco rodada, estacionou nos 28 pontos, na nona posição.

Após um começo morno de partida, os donos da casa conseguiram encaixar uma boa jogada, aos 23 minutos, com Leandro Silva cruzando para Henrique Almeida dominar e chutar forte para o fundo das redes para abrir o placar. E foi só isso, mas suficiente para bater pela primeira vez uma equipe catarinense na competição.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Grêmio, domingo, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Já a Chapecoense encara o Corinthians, no mesmo dia, na Arena Condá, em Chapecó.

O jogo – A partida começou morna no Alto da Glória, com muito estudo e forte marcação dos dois times, que não conseguiam passar para o campo de ataque. Aos quaro minutos, Vilson entregou a bola para Henrique Almeida, que agradeceu e soltou o pé, pela linha de fundo. Aos 14 minutos, Roger tentou dar o troco, abrindo espaço na defesa alviverde e chutando para defesa de Wilson.

O jogo seguia truncado e absolutamente equilibrado. Sem conseguir entrar na defesa catarinense, Lúcio Flávio, aos 17 minutos, arriscou de longe para Danilo agarrar com segurança. Perigo mesmo levou o chute de Ananias, aos 18 minutos, na frente do gol, que Wilson defendeu de forma espetacular. O técnico Ney Franco precisou queimar a primeira mudança aos 20 minutos, com Rafael Marques saindo lesionado para a entrada de Luccas Claro.

Na primeira jogada realmente bem trabalhado do Coxa, aos 23 minutos, Leandro Silva cruzou para Henrique Almeida dominar e mandar a bomba para o fundo das redes e abrir o placar. Polêmica aos 30 minutos Cléber Santana deixou o braço em Cáceres no meio de uma disputa de bola. O árbitro deu apenas cartão amarelo, para revolta da torcida. Aos 39 minutos, Walisson aproveitou cobrança de escanteio para testar para fora.

Para a segunda etapa, nenhuma nova alteração nas equipes. A Chape, nos primeiros movimentos, mostrou que tentaria ir par acima, mas a marcação coxa-branca era forte. Aos três minutos, Ananias aproveitou um chutão, dominou e chutou, mas fraco, pela linha de fundo. Os dois treinadores aproveitaram para mudar os times. Pelo lado do Coritiba, Ney Franco foi ousado ao tirar o volante Cáceres para a entrada do atacante Marcos Aurélio..

 

De bola parada, a Chapecoense levou perigo, aos 16 minutos, com Camilo cobrando falta com efeito, pela linha de fundo. O troco veio com Ruy, aos 24 minutos, recebendo na cara do gol e arrematando para fora. Cobrança na entrada da área para Cleber Santana, aos 26 minutos e a bola passou com perigo depois de um pequeno desvio.

O time catarinense tinha dificuldade para reagir e não conseguia passar da intermediária adversária. O Coxa, por sua vez, mesmo com a alteração ousada de Ney Franco, não assustava, porém, fazia o suficiente para administrar o resultado. Aos 37 minutos, Lucio Flávio pegou sobra de bola e bateu em cima da defesa. Tranquilo, o Coritiba tocava bola e deixava o tempo passar, até o apto final.

Ponte – O Moisés Lucarelli viu um jogo quase unilateral na manhã deste domingo. Jogando em casa, a Ponte Preta se impôs a um Grêmio desgastado pela sequência de partidas, dominou o time gaúcho durante quase toda a partida, mas, ao perder gols demais, não conseguiu sair do 0 a 0. O jogo abriu o returno do Campeonato Brasileiro para as duas equipes.

Assim como nos dois últimos jogos, o Grêmio fez um primeiro tempo abaixo de sua média na temporada. A equipe gaúcha se viu dominada pela Ponte, que criou várias oportunidades, saindo no lucro por não ir para o intervalo em desvantagem. No segundo tempo, embora num ritmo um pouco menor, o cenário se manteve o mesmo, com domínio total da Macaca, que só não venceu porque seguiu desperdiçando muitas chances.

O Grêmio sobe para 37 pontos, na vice-liderança, enquanto a Macaca vai a 27, em 11º lugar. As duas equipes agora voltam suas atenções para competições paralelas. A Ponte encara a Chapecoense, quarta, fora de casa, pela Sul-Americana. Já o Grêmio recebe o Coritiba, quinta, pela Copa do Brasil.

Esportes.pb

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Palmeiras vence Fortaleza e chega à 4ª vitória seguida com Mano Menezes

O Palmeiras segue firme na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Mano Menezes visitou o Fortaleza, na Arena Castelão, e voltou para casa com…