A Paraíba o tempo todo  |

Contra a Ponte, Santos mira semifinais e seca jogo no Canindé

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Portuguesa inicia a última rodada da 1ª fase como a principal inimiga do Santos, mas pode virar a maior aliada do time da Vila rumo às semifinais. O mesmo pode ser aplicado ao Santo André. Essa estranha inversão de valores retrata a insólita e acirrada disputa pela última vaga à próxima fase.

Atual 4º colocado no Estadual, o Santos enfrenta a Ponte Preta, domingo, às 16 horas, em Campinas, sabendo que não depende apenas das próprias forças para se juntar ao trio de ferro (Palmeiras, Corinthians e São Paulo) nas semifinais.

O jogo entre Portuguesa x Santo André, no mesmo horário, no Canindé, terá interferência direta na sequência do Santos no torneio. Isso porque Santos e Lusa chegam à última rodada empatados em vários critérios de desempates. Ambos somam 34 pontos.

O time alvinegro, porém, leva vantagem no saldo de gols (10 a 9). O Santo André, 6º lugar, com 33 pontos, também segue com chances de classificação.

Para não embaralhar a mente dos atletas do Santos em meio a tantos cálculos matemáticos, o técnico Vagner Mancini pede para que o time da Vila direcione as atenções apenas para o jogo contra a Ponte.

"O Santos tem quer fazer o jogo dele. Muita coisa será dita em 90 min. Estaremos atentos ao jogo no Canindé. E eles estarão de olho no nosso jogo. Não dá para jogar e ficar escutando o jogo de lá. Depois pegamos a informação", diz Mancini.

A equipe da Vila pode ficar fora das semis, por exemplo, se derrotar a Ponte por 1 a 0, e a Lusa vencer o Santo Andre por 2 a 0. O time do Canindé venceria no critério de gols pró (27 a 26). Crie combinações de resultados no Simulador do Paulistão.
 

"Tomara que o Santos vença com uma boa margem de gols para dificultar para o lado da Portuguesa. A gente tem que pensar no jogo e esquecer do resto. Só depende da gente", prega Kléber Pereira.

O Santo André só passará de fase se vencer a Lusa e torcer para que o Santos não derrote a Ponte.

Ciente de que Lusa e Santo André torcerão por tropeço do Santos em Campinas, o meia Madson cogitou a possibilidade de a Ponte receber "mala branca" (bonificação por vitória) dos dois rivais santistas.

Sem chance de classificação, a Ponte Preta, em nota oficial, comunicou que não aceitará premiações, destacando que a vitória servirá para honrar sua tradição.

Para a partida em Campinas, o Santos não contará com Fabão e Triguinho, suspensos. Os desfalques da Ponte são Guilherme e Rogerinho, lesionados.

PONTE PRETA X SANTOS

Data: 05/04/2009 (domingo)
Horário: às 16 horas
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas/SP
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Marcio Luiz Augusto e Marcos Joel Alves

Ponte Preta
Aranha; Edilson, Gum, Jean e Alessandro; Deda, Tinga, William, Kim e André; Márcio Mexerica
Técnico: Marco Aurélio

Santos
Fábio Costa; Luizinho, Fabiano Eller, Domingos e Pará; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson e Paulo Henrique e Neymar; Kléber Pereira
Técnico: Vagner Mancini

 

Uol

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe