A Paraíba o tempo todo  |

Clubes discutem com prefeito Bruno e presidente da FPF volta do público em estádios de CG

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A volta do público aos estádios de futebol em Campina Grande, está mais próxima do que nunca, graças ao avanço da vacinação contra a Covid-19, e a redução dos índices de infecção da doença.

Os dirigentes de Campinense, Treze e Perilima se reuniram na tarde desta terça-feira (19) para uma discussão sobre a possibilidade de um retorno gradual dos torcedores destes times aos estádios de futebol da cidade. Desde o inicio da pandemia, que as partidas das competições estadual, regional e nacional, estão acontecendo com os estádios vazios e sem a presença do público.

A reunião, com a presença da presidente ,Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho, foi convodada pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD) e aconteceu no salão Nobre do Palácio do Bispo.

Durante a reunião, o prefeito levantou as primeiras sugestões e propostas sobre a liberação mínima e controlada das torcidas, em jogos oficiais dos times profissionais da cidade, e que poderão ser incluídas como pontos de flexibilização nos próximos decretos municipais, referentes ao combate à pandemia do novo coronavírus.

Após esta reunião, o próximo passo será a Prefeitura, por meio de Secretarias como Saúde e Esporte, receber a contribuição dos clubes profissionais da cidade, em termos de propostas, para a construção de um processo de retomada gradual das torcidas. O governo municipal ainda estará aberto às ideias ou sugestões da Federação Paraibana de Futebol. A partir disso, com as equipes de segurança sanitária, será produzido o protocolo de retomada do futebol, o qual também deverá ser submetido aos órgãos de controle, a exemplo do Ministério Público. “Assim, esperamos um retorno seguro quando a pandemia permitir”, reforçou o prefeito.

A presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michele Ramalho; os presidentes dos clubes; e os representantes da imprensa esportiva, elogiaram a iniciativa do prefeito em realizar a reunião para discutir o retorno das torcidas, levando em conta a necessidade disto acontecer, por conta da crise financeira enfrentada pelos times de futebol, em decorrência da pandemia.

Eles se comprometeram em apresentar as suas propostas para o governo municipal, tendo como parâmetro principal a saúde e segurança sanitária que o momento exige.

Entre os presentes, estavam stiveram, o vice-prefeito, Lucas Ribeiro; o secretário de Saúde Filipe Reul, os vereadores Eva Gouveia, Waldeny Santana, o deputado estadual Tovar Correia Lima, além dos presidentes Phelipe Cordeiro (Campinense Clube), Walter Cavalcante (Treze) Jailton Oliveira (Perilima) e o vice-presidente da Associação Paraibana dos Cronistas Esportivos, Adalberto Alves.

No momento, Campinense e Treze disputam a Série D do Campeonato Brasileiro. A volta efetiva aos estádios no entanto, só deve acontecer em 2022 para os jogos do Campoenato Paraibano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil. A Raposa disputará as três compeições. Por enquanto, o Treze só tem garantido o Paraibano, e precisa subir para a Série C para não ficar sem calendário no segundo semestre.

SL
PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe