Por pbagora.com.br

Campinense tenta se manter vivo

 

Campinense conta com apoio da torcida para conseguir a terceira vitória consecutiva, jogando em casa. O clube espera 10 mil torcedores. O time rubro-negro enfrenta o CRB, hoje, às 16h, no estádio Amigão, em Campina Grande, com a responsabilidade de vencer para continuar com chance de classificação no Campeonato Brasileiro da Série D. O zagueiro Maurício Gaúcho, suspenso, não joga. O CRB está em crise e acaba de perder o treinador, Freitas Nascimento.

O Campinense terá um desfalque na defesa, para o jogo de hoje contra o CRB, já que o zagueiro Maurício Gaúcho recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. Com isso, o treinador Suélio Lacerda deve manter a dupla de área com Rafael Alemão e Henrique.

O Campinense atuou quatro vezes com duas vitórias, sobre Salgueiro de Pernambuco por 2 a 0 e diante do ABC de Natal por 1 a 0, todas no estádio Amigão, em Campina grande. A Raposa perdeu para o Alecrim por 1 a 0, em Natal e para o CRB por 2 a 1, em Maceió.

O treinador Suélio Lacerda está certo que será mais um jogo difícil que o Campinense terá que encarar no campeonato Brasileiro da Série C. Ele alerta que, o time paraibano por jogar em casa não pode perder a oportunidade de vencer mais um jogo, para continuar lutando pela classificação.

Com seis pontos ganhos, ocupando o terceiro lugar no Grupo B do Brasileirão da Série C, o Campinense necessita da vitória para continuar dependendo dos seus próprios resultados, para chegar a segunda fase da competição.

O grupo tem o Alecrim como líder com oito pontos ganhos. O ABC de Natal é o segundo com sete pontos ganhos. O CBR tem quatro e o Salgueiro de Pernambuco tem dois pontos, último colocado.

Crise no time alagoano

Com quatro pontos ganhos, depois de cinco jogos, o CRB de Alagoas, vem de duas derrotas. Perdeu para o Alecrim de Natal por 3 a 2, pelo Campeonato Brasileiro da Série C, em Natal e para o Botafogo por 2 a 0, pelo Campeonato do Nordeste, em Maceió. Com isso, o técnico Freitas Nascimento foi demitido. A justificativa do diretor do CRB, Jobson Cabral é que, “time vive de resultados e Freitas Nascimento não vinha alcançando esse objetivo”.

O treinador, Freitas Nascimento, que já comandou Treze, Botafogo e Campinense completou nove jogos pelo CRB. Foram quatro vitórias, um empate e quatro derrotas, no Brasileiro da Série C e o Campeonato do Nordeste. O novo técnico do Galo da Pajuçara é Edson Ferreira, que foi campeão alagoano, este ano, pelo Murici.

Desfalcado, Galo pega o River

O Treze encerra a primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D usando time misto para enfrentar o River Plate de Sergipe, hoje, às 16h, no estádio Batistão, em Aracaju. O representante de Campina Grande, já classificado no Grupo 5, não conta com cinco titulares. Tiago Messias, Pio, Fernando, Miltinho e Cléo, todos no departamento médico.

Mesmo com a vaga garantida na segunda fase, o Treze tem como objetivo sair de Aracaju com mais três pontos, para levar vantagem para as fases seguintes. De acordo com o regulamento, para a terceira fase serão classificados os cinco primeiros de cada grupo e mais três times com melhor campanha na competição.

A classificação do Treze para a segunda fase da Série D do Brasileirão foi garantida antecipadamente. O time soma 12 pontos ganhos e não pode ser mais alcançado pelos concorrentes no Grupo 5 – Fluminense de Feira que soma sete pontos, River Plate com cinco e Central de Caruaru com quatro pontos. Os três times lutam por uma vaga.

O Treze fica sem cinco jogadores considerados titulares. Com isso, o treinador Marcelo Villar é obrigado a fazer uma mudança total na maneira da equipe atuar. Mesmo assim ele acredita que, o Treze tem condição de fazer uma grande apresentação e sair do Batistão com uma grande vitória.

Vão desfalcar, o time alvinegro de Campina Grande, campeão paraibano de 2010, o zagueiro Tiago Messias, os volantes Fernando e Pio, além do meia Miltinho e o atacante Cléo Paraense. Os cinco jogadores estão sendo observados pelo departamento médico e serão poupados para os jogos da segunda fase.

O River Plate, campeão sergipano, soma cinco pontos ganhos, precisa vencer o Treze e ainda torcer por derrota do Fluminense de Feira de Santana que atua contra Central de Caruaru. O Fluminense de Feira precisa apenas vencer, para ficar com a segunda vaga. O Central terá que derrotar o Fluminense e esperar que o River perca ou empate no confronto com o Treze.

 

Jornal Correio da PB