A Paraíba o tempo todo  |

Campinense e Treze começam a se estruturar para temporada 2016

Campinense e Treze começam a se estruturar para temporada 2016 e já anunciam reforços

 Sem ter mais nenhuma competição para disputar este ano, Campinense e Treze já se reestruturam para a temporada 2016, e anunciaram os primeiros reforços. Além do título estadual, os “Maiorais” vão travar uma briga pela única vaga disponível para a Paraíba para a Série D do Brasileiro. Um dos dois, ficará sem calendário no segundo semestre.

Para conquistar o bicampeonato e manter o sonho de acesso a Série C, o Campinense já começou a montar as primeiras peças a integrarem o esquema tático do técnico Francisco Dia. E as novidades começam pelo gol. Depois de liberar o goleiro Alex Alves para o futebol paulista, o Campinense já definiu o substituto que vai brigar pela posição com Glédson. De acordo com o gerente de futebol Luciano Mancha, o clube acertou com um goleiro que está disputando a Série B do Brasileiro. O nome desse atleta somente será revelado, quando ele encerrar o vinculo com a atual agremiação, o que acontece no próximo dia 30.

O Campinense também acertou com o zagueiro Joécio, O jogador, que foi um dos destaques da Raposa na conquista do estadual, já havia chegado a um acordo com a diretoria, mas faltava a liberação do Atlético de Pernambuco, o que acabou acontecendo.

Em 2016, o Campinense tem uma agenda cheia no primeiro semestre. O time vai disputar o Campeonato Paraibano, a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste. No entanto, a diretoria já avisou que vai priorizar a competição estadual para tentar garantir vaga na Série D do Brasileiro no segundo semestre (e em 2017).

Treze – Com presidente novo, o Galo buscará em 2016, o título Estadual, além de quebrar o tabú de mais de dois anos sem vencer o seu maior rival. Para isso, o Galo repatriou o técnico Marcelo Vilar e está de olho em jogadores que disputaram a temporada 2015 pelo Botafogo.

Jogadores como o goleiro Genivaldo, os zagueiros André Lima e Zaquel, o volante Hércules e o meia Doda. Além de Ferreira, Celico e Rafael Oliveira, que já trabalharam com Vilar tanto no Botafogo-PB como no Treze, podem estar a caminho do PV.

A primeira providência da diretoria galista foi renovar o contrato do atacante Nonato, destaque do time na Série D do Brasileiro.

O treinador Marcelo Vilar está encarando o Campeonato Paraibano como uma Copa do Mundo. Isso porque o time precisa ganhar a competição ou mesmo ser vice, caso o Botafogo-PB levante a taça, para garantir presença na Série D do Brasileiro no segundo semestre (e em 2017).

 

Severino Lopes

PBAgora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe