O Botafogo-PB tem mais uma chance de conseguir a classificação para a segunda fase da Série C neste domingo. Depois de desperdiçar a primeira oportunidade, semana passada, com a derrota em casa para o ASA de Arapiraca, o campeão paraibano volta a fazer as contas pela vaga. e cara, tem que vencer ninguém menos que o Fortaleza, melhor time da Terceirona até aqui e com a primeira colocação no Grupo A já assegurada. O jogo começa às 19h, no Almeidão.

 

Mas não é só isso. O Belo ainda precisa torcer por tropeços de pelo menos dois rivais para que não possa mais ser alcançado na rodada final, quando enfrenta o Águia de Marabá, fora de casa. O Fortaleza, por outro lado, entra tranquilo com a liderança já assegurada – o que lhe dá a vantagem de enfrentar o quarto colocado do Grupo B no mata-mata valendo o acesso.

Além de vencer o Fortaleza, o Botafogo-PB ainda tem que torcer por outros resultados para terminar o domingo com a classificação assegurada para o mata-mata
A classificação neste domingo – se vier – terá um significado especial para a torcida do Botafogp-PB. Além de acabar com a ansiedade de chegar ao mata-mata, também é o presente ideal para a festa dos 83 anos do clube. Durante todo o dia, o Botafogo preparou uma intensa programação, que incluiu feijoada e até o sorteio de um apartamento avaliado em R$ 150 mil, que vai acontecer no intervalo da partida contra o Fortaleza.

– O desejo da torcida também é o nosso: de conseguir a classificação. Estamos no G-4 desde a primeira rodada e não queremos sair agora – avisou o técnico Marcelo Vilar.

Para fazer a parte dele e sair com a vitória do Almeidão, o Belo precisa acabar com a sina de não jogar bem dentro de casa. Das oito partidas que fez em João Pessoa, o time perdeu três e empatou outra. Além disso, há sete jogos que seu ataque não consegue marcar mais de um gol, o que vem comprometendo os resultados.

Procurando melhorar o desempenho da equipe, Marcelo Vilar ensaia mudanças. Três desfalques são certos: o zagueiro Walter, o volante Pio e o meia Doda, vetados pelo departamento médico. Em seus lugares devem entrar André Lima, Hércules e Chapinha.

Mas as novidades não param por aí. No coletivo de sexta-feira, o último antes da partida contra o Fortaleza, o treinador sacou o lateral Ferreira e o atacante Rafael Aidar, abrindo espaço para as entradas de Zé Leandro e Wanderley. A ideia de Vilar era também sacar Lenílson, mas com a contusão de Doda, o capitão permanece na equipe.

Fortaleza quer manter o embalo

Mesmo com classficação garantida para fase de mata-mata da Série C, o técnico Marcelo Chamusca não pensa em poupar a equipe, mantendo sua filosofia de dar sequência ao grupo e buscar o melhor encaixe para o restante da competição, além de não prejudicar as demais equipes que brigam por vaga nas quartas de final.

 

Os jogadores só serão poupados em caso de lesão ou possibilidade dela. Robert, artilheiro da equipe com 29 gols não irá a campo por conta de uma fadiga muscular, Zulu, será o substituto, que inclusive fez o seu primeiro gol na vitória diante do Treze na última segunda-feira. Fernandinho é outro que está fora, com dores na parte posterior da coxa esquerda. Para o seu lugar, o zagueiro Adalberto será improvisado na posição.

 

Em compensação, Chamusca ganha Genilson e Guto, que desfalcaram a equipe no jogo passado por suspensão.

Redação com Globo Esporte

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibano Santos ganha primeira convocação para Seleção Brasileira

Campeão da Copa do Brasil na quarta-feira (18) pelo Athletico Paranaense, o paraibano Santos, foi convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos próximos dois amistosos. Natural de…