Por pbagora.com.br

O Botafogo faz um jogo de “vida ou morte” neste domingo, às 16h, diante do Campinense, no estádio Amigão, pela última rodada do returno do Campeonato Paraibano. Com a obrigação de ganhar e torcer pelos tropeços de Esporte e Queimadense, contra Sousa e Treze, respectivamente, o alvinegro da Capital joga a última cartada para participar do G4.

O time da Maravilha do Contorno ocupa a sexta colocação, com 7 pontos ganhos, empatando com o Esporte, que está na quinta posição, enquanto a Queimadense, na quarta, com 9 pontos. Diante desta difícil situação, a equipe comandada pelo técnico Mauricio Simões vai a Serra da Borborema na esperança que a sorte e os “bons ventos” estejam do lado botafoguense. “Estamos precisando e muito que as coisas boas aconteçam para o time obter a vaga. A esperança é a última que morre”, comentou Simões.

A novidade do Botafogo é a volta do zagueiro Mímica, que cumpriu suspensão automática. Já o zagueiro Pedrosa e o atacante Fabrício aguardam o aval do departamento médico. Acreditando que o time possa ficar entre os quatro semifinalistas, o meia Jean Carlos busca motivação para encarar um clássico e vencer fora de casa. Com larga experiência no futebol, o atleta alvinegro ressalta o espírito de solidariedade do grupo para conseguir a vitória na Serra. “Iremos tentar vencer até o último minuto. Apesar da difícil situação temos que manter a motivação”, disse. Classificado para a próxima fase da disputa o Campinense vai à luta na busca da segunda colocação.

A Raposa ocupa a terceira posição, com 11 pontos ganhos, perdendo para o Sousa, que está na vice-liderança com o mesmo número de pontos. O rubro-negro tem os retornos de Márcio Freitas e Édson Sá, que cumpriram suspensão automática.

Para o técnico Ferdinando Teixeira, a ordem é ganhar do Botafogo para obter a segunda colocação nas semifinais. “Iremos brigar pelos três pontos e tentar melhorar a pontuação na próxima fase. Vencer um clássico é sempre importante”, frisou o experiente técnico raposeiro.

 O Norte

Deixe seu Comentário