Punido, por ter entrado, junto com a Desportiva, na Justiça Comum, solicitando o retorno para a primeira divisão do Paraibano 2019 e a punição de Botafogo e Campinense, envolvidos na Operação Cartola, a diretoria do Auto Esporte, via seu diretor de futebol, Joacil Junior, disse ontem que o clube aguarda, a qualquer momento, o resultado de um recurso impetrado junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, para reverter a punição.

Devido a essa punição vigente, o clube não pode participar do Campeonato Paraibano da segunda divisão deste ano, e ainda tem de pagar uma multa no valor de R$ 5 mil. A mesma punição foi aplicada à Desportiva Guarabira, já que os dois clubes entraram com o processo juntos. Porém, o próprio STJD decidiu que o clube do Brejo já pode participar da competição e diminuiu em 50 por cento a multa aplicada ao clube.

No dia de ontem, o presidente da Desportiva, Domingos Sávio, confirmou a decisão do STJD, e explicou porque apenas o time do Brejo foi beneficiado, enquanto o Auto Esporte continua esperando a decisão do STJD

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Michelle Ramalho critica “torcida” de presidente da FPF-PE pelo Santa Cruz

Os bastidores da última rodada da Série C do Campeonato Brasileiro estão muito movimentados. É que, além de muitos clubes seguirem vivos por pretensões como escapar do rebaixamento ou se…

Flamengo e Internacional travam duelo pelas quartas da Libertadores

Com o Maracanã lotado, Flamengo e Internacional começam nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), a disputa das quartas de final da Libertadores. O Rubro-Negro vai tentar fazer valer a força…