Por pbagora.com.br

Tem Galo nas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, o Atlético-MG confirmou o favoritismo, derrotou o Guaratinguetá por 2 a 0 e assegurou um lugar na próxima fase da competição nacional. Como o primeiro jogo, no interior paulista, terminou em 2 a 2, os mineiros avançaram.

 

Na próxima quarta-feira, o Alvinegro vai enfrentar o Vitória. A ordem do cronfonto será decidida por sorteio, que será realizado nesta sexta, na sede da CBF. Nas oitavas, ainda que um dos times vença o jogo de ida por dois gols de diferença, o segundo jogo será realizado.

 

Antes, porém, o time de Emerson Leão terá uma batalha pela frente. Neste domingo, começa a decidir o título do Campeonato Mineiro contra o rival Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Mineirão.

Nem deu tempo de suar a camisa. Mal entrou em campo, e o atacante Diego Tardelli balançou as redes. Aos três, o camisa 9 recebeu na área, foi derrubado pelo goleiro Fernando, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, com paradinha e tudo, o artilheiro fez 1 a 0. Vigésimo gol dele nesta temporada. Tardelli é forte candidato a faturar o Prêmio Friedenreich.

O gol acordou o Guará, que precisava da vitória para avançar às oitavas-de-final. Foram três ataques perigosos seguidos que pararam nas mãos do goleiro Édson, substituto de Juninho, suspenso.

Como o gol de empate parecia próximo, os atleticanos trataram de reagir. Aos 21, Tardelli cobrou falta da entrada da área, a bola sobrou para Márcio Araújo na cara do gol, mas o volante não conseguiu concluir com perfeição.

Aos 24, era para ser um golaço, mas faltou muito pouco. Éder Luís ganhou da marcação na ponta esquerda, invadiu a área, só que o chute desviou na defesa e saiu pela linha de fundo. No lance seguinte, Marcos Rocha cruzou para Éder na área. Ele subiu muito para cabecear, mas a bola saiu por pouco. O jogo parecia novamente sob controle dos mineiros.

 

O baixinho Éder Luís teria mais uma chance de cabeça. Aos 29, após cruzamento perfeito do pentacampeão mundial Júnior, o atacante buscou o ângulo, mas Fernando fez belíssima defesa. Depois deste lance, a bola ficou presa no meio-campo por dez minutos. Foi quando Nenê recebeu lançamento pela direita, invadiu a área e bateu cruzado. O camisa 10 do Guará quase acertou o alvo.

 

No fim do primeiro tempo, mesmo com a vantagem no placar e a vaga bem perto, a torcida atleticana pediu a entrada do atacante Alessandro. O jogador, que saiu do Cruzeiro, ainda não havia estreado com a camisa do Galo.

 

Emerson Leão voltou para o segundo tempo com duas mudanças no time. Alessandro, um pedido da torcida, no lugar de Lopes, e Rafael Miranda na vaga de Márcio Araújo. Mas o atacante que apareceu primeiro foi Diego Tardelli. Aos três, ele ficou na cara de Fernando, bateu firme, mas o goleiro do Guará defendeu. No rebote, de cabeça, o goleador colocou para fora. Um minuto depois, Éder Luís recebeu passe de Marcos Rocha, bateu cruzado, e Carlos Alberto não conseguiu empurrar para o gol.

 

Empurrado pela torcida, que já esquenta o clima para o primeiro jogo da decisão do Mineiro, domingo, contra o Cruzeiro, o Atlético foi ao ataque. Aos 13, Júnior cruzou, e o goleiro Fernando quase entregou o ouro para os atacantes alvinegros. O camisa 1 foi obrigado a trabalhar duas vezes seguidas. Tardelli, em fase iluminada, se livrou da marcação na ponta esquerda, invadiu a área e bateu sem ângulo. No lance seguinte, Éder Luís chutou de fora da área, e o arqueiro do Guará caiu para defender. Aos 23, a zaga atleticana cochilou, e o atacante Lins, que acabara de entrar, chutou para fora. Susto para o goleiro Édson.

 

Aos 27 minutos, o incansável Diego Tardelii arrancou do centro do campo, achou Éder Luís na entrada da área, só que o companheiro preferiu o chute ao cruzamento. Bola longe do gol, e paciência longe das arquibancadas. O Galo fazia a bola rolar. Sem forças, o Guará tentava organizar alguma jogada de perigo.

 

Aos 40, Wellington Amorim empatou o jogo, mas a arbitragem anulou. O jogador recebeu cruzamento na área em condição irregular. Ainda que valesse, a classificação estava garantida.

 

Havia tempo para mais um do Galo. Aos 42, Júnior tentou cruzar para área e acabou surpreendendo Fernando: 2 a 0. Delírico alvinegro nas arquibancadas. E domingo começa a decisão do Estadual. Galo embalado, Cruzeiro em boa fase. Vai ferver, amigos!

 

globoesporte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Clubes paraibanos se solidarizam com o Palmas, após acidente aéreo

O futebol brasileiro ficou de luto neste domingo com a notícia de que entre as seis vítimas de um acidente aéreo ocorrido em Luzimangues, no Tocantins, estavam quatro jogadores e…

Bragantino derrota Corinthians por 2 a 0 fora de casa

O Red Bull Bragantino confirmou a boa fase na Série A do Campeonato Brasileiro e conseguiu a quarta vitória consecutiva ao passar pelo Corinthians por 2 a 0, na noite…