Por pbagora.com.br

 O treinador do Campinense, Francisco Diá, tem pouco tempo para montar o time para o duelo decisivo contra o Bahia neste sábado na Fonte Nova em Salvador, válido pelas quartas de final da Copa do Nordeste. Diá não poderá contar com pelo menos três peças importantes no seu esquema tático.

Desfalcam o time, o lateral-esquerdo Jefferson Recife, que está suspenso pois tomou o terceiro cartão amarelo, e o do atacante Alvinho, que fraturou a tíbia e a fíbula da perna esquerda, no primeiro duelo contra o tricolor baiano, dessa quarta-feira.

Alvinho recebeu uma entrada dura e desleal por trás do zagueiro Patric na partida da última quarta-feira no Amigão. O jogador raposeiro foi levado imediatamente para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde passou por cirurgia para corrigir a lesão, e segundo informações do médico Aristóteles de Queiroz, a previsão inicial é de que o atleta vai ficar até seis meses fora dos gramados.

Para aumentar ainda mais a dor de cabeça de Francisco Diá, o comandante rubro-negro pode ficar impedido de escalar o zagueiro e capitão da equipe, Gabriel Valongo. Ele também saiu do jogo contra o Bahia sentindo dores na coxa direita e é dúvida.

A “bruxa” anda mesmo solta no Renatão. Na partida contra o Lucena pelo Campeonato Paraibano, o Campinense perdeu o meia Sandrinho. Ele sofreu uma entrada ofensiva de Rafael Paraíba e acabou fraturando a fíbula do tornozelo direito e a previsão de retorno aos gramados é de até 90 dias. A exemplo de Alvinho, Sandrinho também foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma onde também foi submetido a uma cirurgia.

Com tantos desfalques, o Campinense terá pelo menos a volta do volante Negretti que já cumpriu suspensão automática e deve enfrentar o Bahia. Autor do gol que deu a classificação a Raposa nos últimos segundos da partida contra o Bahia, na primeira fase do Nordestão, Negretti terá um papel importante em campo no jogo decisivo do mata a mata.

A delegação raposeira embarcou ontem  de Campina Grande com destino a Bahia, e nesta sexta-feira o time realiza na sexta-feira um único treino no Centro de Treinamentos do Vitória.Francisco Diá relacionou 18 jogadores para a partida. Viajaram com a delegação, os goleiros Glédson e Marcão; os laterais Leyrielton e Edy (D), Tiago Cabral e Cláudio (E); os zagueiros Jairo e Pedrão; os volantes Negreti, Neto, Leandro Santos, Leandro Sobral; os meias Luiz Fernando, Gabriel Pimba e Luquinha e os atacantes Felipe Alves, Reginaldo Júnior e William.

O jogo decisivo entre Bahia e Campinense está marcado para acontecer às 16h deste sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvado.
A Raposa precisa de uma vitória simples, ou até um empate, caso marque pelo menos um gol, para avançar na disputa da competição regional. Já o Tricolor baiano precisa vencer para ficar com a vaga de forma direta. Novo empate sem gols leva a disputar para as penalidades máximas. Quem vencer por qualquer placar garante a vaga.

Severino Lopes

PBAgora

Notícias relacionadas

Palmeiras escala reservas e empata com o Vasco em jogo atrasado

Em duelo atrasado da primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras, jogando no Allianz Parque, ficou no empate por 1 a 1 contra o Vasco nesta terça-feira. A equipe alviverde…