Por pbagora.com.br

Um fato inusitado no futebol. Após surto de Covid-19, Perilima foi a campo com apenas 8 atletas e com volante improvisado no gol na partida contra o Bahia nesta segunda-feira (15).
Por conta desses desfalques o time paraibano perdeu na sua estreia pela Copa do Brasil Sub-20,por 4 a 1 para o Bahia. A partida aconteceu no estádio O Amigão e com o resultado, a Perilima foi eliminada da competição.

A Perilima entrou em campo com o volante Lyedson no gol. Na linha, sete jogadores: dois zagueiros, um lateral-esquerdo, três meias e um atacante. Ninguém no banco. Nem mesmo o técnico Dinho esteve à beira do campo orientando o time, porque sentiu febre e, apesar de não ter o diagnóstico de Covid-19, por precaução, não foi para o jogo.

O artigo 57 do Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF diz que, em casos com o desta tarde — em que um dos times não tem a quantidade mínima de jogadores para uma partida oficial (sete ao todo) —, o árbitro deve decretar o fim do jogo e manter o resultado, desde que, no momento do seu encerramento, a equipe adversária esteja vencendo por um placar igual ou superior a três gols de diferença. Se o placar for diferente disso, então o resultado considerado será de 3 a 0 em favor da equipe que se mantiver em condições de jogo.

Como o Bahia já vencia por 4 a 1 (três gols de diferença), a equipe de arbitragem esperou 30 minutos para avaliar se a Perilima teria condições de voltar para a partida. Como isso não aconteceu, o jogo foi encerrado,

Redação