Renovado, batizado e decisivo, o carque Marcelinho Paraíba, tem uma missão pela frente que é livrar o Treze do rebaixamento da Série C do Brasileiro. Aos 44 anos, o jogador foi decisivo no último jogo, e marcou o gol que evitou mais um tropeço do Galo na competição nacional.

Após se tornar evangélico, Marcelinho é outro homem bem diferente do velho filho de “Pedrinho Gangula”, que ganhou notoriedade por seus feitos e conquistas dentro das quatro linhas e os escândalos fora.
“Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo”. O versículo bíblico que Marcelinho Paraíba escolheu para estampar no seu perfil oficial do Instagram define bem o comportamento recente do jogador e a nova fase de sua vida. A vida noturna e das baladas ficou para trás.

Com o cabelo preto, sem o tingimento tradicional que o caracterizou durante a carreira, sempre usando roupas sociais e frequentemente falando em Deus nas entrevistas, o filho de Pedrinho Cangula realmente mudou.
– Eu acho que é um momento de renascimento na minha vida. Tem um versículo da Bíblia que fala em morrer para o mundo e nascer para Cristo. É isso que eu estou vivenciando, junto com minha mulher, que também decidiu aceitar a religião. Espero que isso que a igreja tem me oferecido eu consiga levar para o resto da minha vida, dentro e também fora de campo – comentou o jogador trezeano.
Neste domingo (28), por exemplo, Marcelinho Paraíba foi o primeiro jogador a deixar o vestiário, e fez questão de se apressar para conceder a entrevista coletiva, devido o horário do culto, que estava prestes a começar.

Com passagens por grandes equipes do futebol nacional, como São Paulo, Grêmio, Sport e Flamengo, pelo Herta Berlim da Alemanha e até pela Seleção Brasileira , Marcelinho agora tem outro desafio. Principal responsável pelo vice campeonato do alvinegro para a Série D no ano passado, e consequentemente o acesso na Série C, Marcelinho vive um novo momento. Ele já marcou três gols na competição nacional este ano, e no último domingo, balançou as redes aos 47 minutos do segundo tempo. O camisa 10 do Galo, jogou apenas 20 minutos no segundo tempo, e aproveitou a única chance que teve para garantir a vitória alvinegra.

Ele acredita na permanência do Treze na Série C. E para isso, promete fazer a sua parte.

– A gente sabe que no futebol, enquanto o juiz não apitar o final, tudo é possível. O Treze é um bom time e acredito que vamos sair dessa situação. Então eu quero agradecer a Deus. Porque antes do jogo eu orei bastante e pedi a Ele só uma chance, só uma oportunidade apenas. E essa foi a única bola que eu tive clara de gol. Fico feliz. Dedico esse gol para minha família, a todos os trezeanos e a Jesus – comentou Marcelinho.

SL

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Pessoa Espectros conquista bicampeonato nacional

O time paraibano João Pessoa Espectros conquistou, neste sábado (14) conquistou o bicampeonato do Brasil Bowl, campeonato nacional de Futebol Americano. A disputa aconteceu em Blumenau (SC), e o time…