Por pbagora.com.br

Atual campeão do peso médio, o brasileiro Anderson Silva lutou contra um rival de uma categoria superior e não estranhou. Na madrugada deste domingo, o astro do vale tudo nocauteou ainda no primeiro round o ex-campeão meio-pesado Forrest Griffin durante a 101ª edição do Ultimate Fighting Championship (UFC), nos Estados Unidos.

Anderson Silva mostrou domínio total da luta, chegou a brincar com o rival em cima do octógono e conseguiu o nocaute com um direto aos 3 minutos e 23 segundos de combate.

Com o resultado, o brasileiro chegou à 10ª vitória consecutiva no UFC e não perde uma luta de vale tudo desde janeiro de 2006, quando foi desclassificado do Rumble of the Rock por conta de um chute ilegal.

A tendência é que o campeão volte a lutar em sua categoria, onde defende o cinturão conquistado em outubro de 2006. A mudança de peso para esta luta foi uma tentativa da organização de oferecer um adversário mais difícil para o Anderson Silva, que venceu seus últimos combates entre os médios com extrema facilidade.

Na luta principal do UFC 101, o havaiano BJ Penn manteve o cinturão dos leves ao derrotar, por nocaute, Kenny Florian.

Terra