Por pbagora.com.br

O Brasil ficou com a medalha de prata no torneio masculino do vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Os paraibanos Álvaro Filho e Vitor Felipe foram superados pelos mexicanos Juan Virgen e Rodolfo Ontiveros por 2 sets a 1 (21/18, 13/21, 8/15) na decisão, na noite desta terça-feira e conquistaram a 11ª medalha do país no esporte em Pan-Americanos.

 

Foi a única derrota da dupla brasileira nos seis jogos disputados em Toronto. Eles só haviam perdido um set até a final. Os paraibanos se juntam a outros nove medalhistas pan-americanos brasileiros (veja a lista completa abaixo) do torneio masculino. Emanuel, com dois ouros, é o maior vencedor.

 

A vitória mexicana veio de virada, em 1h11, baseada principalmente nos erros cometidos pelo time brasileiro. Foram 20 pontos cedidos, contra nove dos mexicanos. Após o Pan-Americano, Álvaro Filho e Vitor Felipe retomam a disputa do Circuito Mundial, a partir de agosto, com o Grand Slam de Long Beach, nos Estados Unidos.

 

O Jogo

Os brasileiros começaram na frente, abrindo 3 a 1 no início do duelo. Aos poucos, as defesas de Alvinho foram gerando contra-ataques, dois aproveitados em sequência que aumentaram a vantagem para 6 a 2. Os mexicanos aos poucos foram crescendo e chegaram à virada com bloqueios precisos de Virgen, anotando 8 a 7.

 

Os brasileiros facilitaram errando muitos saques, mas retomaram o domínio do jogo com mais solidez defensiva e na virada de bola, empatando e virando para 14 a 13 em erro de ataque de Ontiveros. Em momento decisivo, o camisa 1 novamente atacou para fora, fazendo os brasileiros abrirem 18 a 16 e forçando pedido de tempo dos mexicanos. Mantendo a virada de bola, os paraibanos fecharam o set em 21 a 18, após explorada de Alvinho no bloqueio.

 

O México se recuperou no segundo set. Virgen cresceu no bloqueio, e neste fundamento a dupla abriu 5 a 3 no início. A vantagem subiu para 8 a 4 em erro de ataque de Vitor Felipe, fazendo a dupla brasileira pedir tempo. Se tinha dificuldade para virar bola no primeiro set, Ontiveros encontrou em uma chutada rápida o segredo para vencer os brasileiros. Dominando totalmente o set, os mexicanos fecharam em 21 a 13, após erro de saque de Alvinho.

 

O tie-break começou com equilíbrio. A dupla brasileira chegou a anotar 3 a 1 em condução dos mexicanos, mas rapidamente os adversários igualaram o placar. Os mexicanos assumiram a liderança em ataque para fora de Alvinho: 5 a 4. Os mexicanos aumentaram a vantagem em contra-ataque de Ontiveros e foram mantendo as viradas de bola.

 

Após bloqueio de Virgen em Vitor, o placar subiu para 10 a 6 para o time do México. Deste ponto em diante, uma sequência de erros de ataque do Brasil deixou a reação praticamente impossível. O ponto que decretou o ouro dos mexicanos veio em largada de Virgen: 15 a 8 no tie-break.

 

DUPLAS MASCULINAS NOS JOGOS PAN-AMERICANOS:

 

1999 – Winnipeg (Canadá)

Lula/Adriano – prata

Franco/Roberto Lopes – bronze

 

2003 – Santo Domingo (República Dominicana)

Luizão/Paulo Emílio – prata

 

2007 – Rio de Janeiro (Brasil)

Ricardo/Emanuel – ouro

 

2011 – Guadalajara (México)

Emanuel/Alison – ouro

 

2015 – Toronto (Canadá)

Álvaro Filho/Vitor Felipe – prata

 

Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário