Por pbagora.com.br

No dia seguinte da vitória do Rio de Janeiro na disputa pelos Jogos Olímpicos de 2016, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva diz que ainda é difícil acreditar no que aconteceu em Copenhague e que teve pouco tempo para comemorar.

– Eu ainda me belisco para saber se é verdade. Foi um dia especial para todo o povo brasileiro. Seria uma injustiça se o Rio não tivesse ganho. As outras cidades vieram para disputar e nós, para ganhar. A apresentação foi de um profissionalismo extremo. A minha comemoração ainda não terminou, mas eu também não tive muito tempo para festejar, foram reuniões até as 23h.

As imagens do choro de Lula rodaram o mundo, mas ele afirma que tentou se segurar, até quando não aguentou mais.

– No momento do meu discurso na apresentação, nas duas vezes em que eu falei no Rio de Janeiro, a minha voz travou. Acho que à noite, finalmente, eu relaxei. Comecei a lembrar da minha vida, de tudo que nós passamos e da nossa apresentação. Aí não aguentei mais. Mas chorar é um momento nobre do ser humano – disse.

globoesporte.com