garantiram vaga na decisão, que será disputada na sexta 25, no estádio do Pacaembu, na noite desta terça-feira (22).

 

O time da capital paulista não sentiu falta do artilheiro Gabriel Novaes, suspenso, e goleou o Guarani por 5 a 2, na Fonte Luminosa, em Araraquarara. Antony marcou duas vezes e Fabinho, Paulinho e Vitinho completaram o placar. Lucas Prado e Davô descontaram para a equipe do interior.

 

A última vez em que o São Paulo conquistou o título foi em 2010, com um time liderado pelo atacante Lucas Moura, hoje no Tottenham, da Inglaterra. Essa será a 11.ª final do clube, que soma três títulos conquistados. No ano passado, o São Paulo perdeu para o Flamengo, na decisão, por 1 a 0.

 

Já os garotos do Vasco fizeram jus ao título de Gigante da Colina dado ao clube e conquistaram um importante feito na noite desta terça-feira na Arena Barueri, em São Paulo. A equipe carioca bateu o poderoso Corinthians na semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior e vai disputar a decisão na próxima sexta-feira contra o São Paulo no Pacaembu, no dia do aniversário da capital paulista. A vitória suada veio nos pênaltis por 4 a 3 após empate em 2 a 2 no tempo normal. 

 

Tiago Reis e Miranda fizeram os gols cariocas, enquanto Nathan marcou duas vezes e empatou o jogo para o Corinthians. Nas penalidades, Rafinha e João Celeri desperdiçaram para o time da capital paulista, enquanto apenas Ulisses não fez para o time do Rio de Janeiro.

Na final da próxima sexta-feira, o mando será do São Paulo, dono de maior campanha na Copinha após eliminar o Guarani mais cedo e portanto com maior torcida no jogo. Ao Vasco cabe a alegria de tentar o bicampeonato (foi campeão em 1992) e ter eliminado o maior vencedor da competição: o Corinthians permanece com dez conquistas. 

Na decisão por pênaltis, o meia Rafinha e o atacante João Celeri desperdiçaram para o Corinthians, enquanto apenas Ulisses perdeu para o Vasco. Fabrício Oya, Caetano e Guilherme Mantuan marcaram os gols do Timão, mas Lucas Santos, Miranda, Bruno Gomes e, por fim, Laranjeira converteram para o Cruzmaltino, para alegria dos vascaínos presentes na Arena.

No tempo normal, o Vasco foi tecnicamente superior. Abriu 2 a 0 com Tiago Reis e Miranda e poderia praticamente ter matado o jogo no segundo tempo quando estava 2 a 1, mas Lucas Santos desperdiçou um pênalti. Os cariocas possuem talento puro, principalmente de Lucas e João Pedro, o outro ponta, mas sentiram a força do Corinthians e sua torcida. 

A Fiel impulsionou a reação do Timão, que teve em Nathan o principal destaque. Ele foi de vilão a salvador. Ainda no primeiro tempo, quando o jogo estava 2 a 0 para o Vasco, perdeu um gol sem goleiro, debaixo da trave. Na sequência, deixou sua marca. Empatou no segundo tempo logo após o Vasco desperdiçar o pênalti. Salvou sua noite, mas não a do Timão. 

Melhor para o Vasco, que se garantiu na decisão, a ser disputada às 15h30 da próxima sexta-feira. No ano passado, o São Paulo também esteve na final, mas acabou perdendo para o Flamengo. Será que o Rio de Janeiro se manterá no Rio de Janeiro ou voltará para São Paulo?

 

Lance com Veja

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Fluminense empata com o Corinthians pela Sul-Americana

No primeiro jogo pós-Fernando Diniz, o Fluminense conseguiu sair da Arena Corinthians com um empate que mantém viva a esperança de classificação nas quartas de final da Copa Sul-Americana .…

PM define esquema de segurança com 350 homens para Clássico Tradição

A Polícia Militar definiu o esquema de segurança com 350 homens para Clássico Tradição, marcado para este sábado (24) às 17h em Campina Grande. O jogo, válido pela última rodada…