A Justiça Desportiva suspendeu presidente do Sousa Aldione Abrantes por 30 dias. A punição se deu em consequência da confusão na abertura do Campeonato Paraibano na partida entre Sousa 1 a 1 Campinense.

 

Isto porque o dirigente não gostou da arbitragem de Eloane Gonçalves Santos, de Sergipe, e, principalmente, do gol de empate sofrido por sua equipe no último lance do jogo. A peleja nem chegou a ser reiniciada após o tento rubro-negro.

 

Como consequência, Aldeone foi ao gramado do Marizão para reclamar com o juiz do jogo, e proferiu fortes declarações, que foram relatadas em súmula.

 

Resultado disso é que, na tarde desta terça-feira (22), o STJD divulgou a suspensão preventiva do mandatário do Sousa por 30 dias, após ser denunciado na Procuradoria Geral da Justiça Desportiva. A decisão foi assinada na última quinta, dia 18.

 

Ele foi enquadrado no Código Brasileiro de Justiça Desportiva nos art. 258-B (Invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar), que pode gerar pena de quinze até 180 dias, e no art. 243-F (Ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto), que dá punição de quinze a noventa dias.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ABC acusa Treze de escalar jogador irregular e vai ao Tapetão para permanecer na Série C

O ABC ainda tem esperanças de permanecer na Série C, mesmo depois de ter sido matematicamente rebaixado no Grupo A, após empate por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa no último sábado.…

Presidente da FPF reúne presidentes de Treze e Bota-PB antes do clássico

Diante da importância do Clássico Tradição marcado para este sábado às 17h no estádio O Amigão, em Campina Grande a presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho, se…