Por pbagora.com.br
 
 

O paraibano Arthur Cabral de 22 anos se consagrou artilheiro na temporada europeia. Ele é atacante do Basel desde 2019 e acumulou 34 gols em 66 partidas, também bateu Neymar em números de gols na temporada 2020-2021, com 20 gols em 36 jogos. Em um vídeo que circula nas redes sociais, o artilheiro acredita que suas boas marcas o credencia a uma vaga na Seleção Brasileira que vai disputar as Olímpiadas de Tóquio a partir de julho.

Os que mais se aproximaram dos números de Arthur Cabral foram Danilo, um dos destaques do Campeonato Holandês pelo Twente, e Neymar, astro do Paris Saint-Germain e camisa 10 da seleção brasileira. Cada um deles balançou 17 vezes na soma de todas as competições.

Durante os oito meses em que vestiu a camisa alviverde, de janeiro a agosto de 2019, o centroavante participou de apenas seis partidas e fez um único gol. Mas o brasileiro mudou completamente de status desde que foi para o Basel. Em sua segunda temporada na Suíça, ele foi simplesmente o representante do futebol pentacampeão mundial que mais balançou as redes na Europa.

O levantamento leva em consideração os jogadores que atuam na primeira divisão das 20 principais ligas nacionais do Velho Continente de acordo com os coeficientes da Uefa (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha, França, Portugal, Holanda, Rússia, Bélgica, Áustria, Escócia, Ucrânia, Turquia, Dinamarca, Chipre, Sérvia, República Tcheca, Croácia, Suíça e Grécia).

Em 2020/2021, o paraibano Arthur Cabral, que é natural de Campina Grande, marcou 20 vezes em 35 partidas disputadas. Foram 18 tentos no Campeonato Suíço, competição em que foi o vice-artilheiro, e mais dois nas fases preliminares da Liga Europa.

A única competição do calendário do Basel em que o camisa 98 não balançou as redes foi na Copa da Suíça. Mas isso só aconteceu porque o time optou por usar os reservas, acabou eliminado logo na estreia e não deu sequer um minuto em campo para o seu goleador.

O artilheiro brasileiro do futebol europeu em 2020/2021 já havia ido muito bem em seu ano de estreia no continente. No ciclo anterior, quando ainda estava emprestado pelo Palmeiras aos suíços, ele marcou 18 tentos. O bom desempenho fez com que o Basel desembolsasse 4,4 milhões de euros (R$ 29 milhões, na cotação anual) para adquirir 70% dos direitos econômicos de Arthur Cabral e manter o jogador no clube. Palmeiras e Ceará dividiram esse valor.

Na atual temporada, o atacante paraibano marcou pelo menos três gols a mais que qualquer outro brasileiro que milita no primeiro escalão da Europa. Os que mais se aproximaram dos números de Arthur Cabral foram Danilo, um dos destaques do Campeonato Holandês pelo Twente, e Neymar, astro do Paris Saint-Germain e camisa 10 da seleção brasileira. Cada um deles balançou 17 vezes na soma de todas as competições.

Redação