Os interessados em participar do Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2019.1) já podem consultar as vagas ofertadas em todo o país. Na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), serão oferecidas 3.160 vagas, sendo 1.568 vagas livres e 1.592 vagas reservadas, distribuídas entre os cursos de graduação dos campi de Campina Grande, Cajazeiras, Cuité, Sousa, Patos, Pombal e Sumé.

Confira aqui a página do Sisu.

As inscrições serão realizadas de 22 a 25 de janeiro, exclusivamente, pela internet através do site do Sisu. Os candidatos poderão escolher até duas opções de cursos.

Podem participar do processo, os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2018) e que obtiveram nota acima de zero na prova de redação.

A primeira chamada, com os nomes dos candidatos classificados, será divulgada no dia 28 de janeiro. O cadastramento acontece na UFCG nos dias 30 e 31 de janeiro e 1 e 04 de fevereiro na coordenação do curso para o qual o candidato foi classificado.

Os candidatos não classificados na primeira chamada e que desejam participar da lista de espera devem manifestar o interesse no site do Sisu no período de 28 de janeiro a 04 de fevereiro.

As convocações dos candidatos em lista de espera, na UFCG, começam dia 07 de fevereiro. Estão previstas cinco chamadas.

Para mais detalhes e informações, acesse: 
Edital Sisu/UFCG 2019.1 
Resolução Nº 14/2018 (com número de vagas na UFCG)

 

Assessoria UFCG

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano critica medidas do governo federal que afetam a Educação no Brasil

Em pronunciamento no Plenário do Senado, o Senador Veneziano Vital do Rego (PSB-PB) criticou medidas adotadas pelo governo federal que afetam a Educação no Brasil. O parlamentar afirmou ser necessário…

Governo libera orçamento de universidades federais

O Ministério da Educação anunciou hoje (18) o descontingenciamento do orçamento das universidades federais, que foi possível a partir de um remanejamento do orçamento do MEC. “Cem por cento de…