A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

UFPB informa que calendário de 2024 permanece vigente apesar da greve

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) anunciou nessa quinta-feira (13), por meio da Reitoria, que o calendário acadêmico para o período letivo de 2024.1 segue vigente, apesar da greve dos professores.

Os professores da UFPB paralisaram suas atividades desde segunda-feira, 3 de junho, por tempo indeterminado, conforme confirmado pelo Sindicato dos Professores da UFPB (ADUFPB). A greve foi aprovada em assembleia realizada no Centro de Vivência do campus I, em João Pessoa, na quarta-feira, 29 de maio.

A greve é uma resposta à rejeição da proposta do Governo Federal, apresentada pelos Ministérios da Educação (MEC) e da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI). A proposta incluía aumentos salariais de 23% a 43% até 2026, considerando o reajuste de 9% garantido em 2023 pelo governo Lula, após seis anos sem aumentos. O salário inicial de um docente passaria de R$ 9.916 (em abril de 2023) para R$ 13.753, enquanto o salário de um professor titular, no topo da carreira, aumentaria de R$ 20.530 (abril de 2023) para R$ 26.326.

Apesar da greve, a UFPB reafirma que o calendário acadêmico para 2024.1 permanece em vigor, garantindo aos alunos e à comunidade acadêmica a continuidade das atividades planejadas.

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe