A Paraíba o tempo todo  |

UFPB abre vagas para curso de mandarim; melhores alunos poderão estudar na China

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), promoverá um curso de mandarim online. Aberto a toda comunidade da UFPB, o curso é composto por dois semestres de 12 semanas cada. As inscrições, que acontecerão nos dias 4 e 5 de março, serão realizadas de forma online. A previsão de início das aulas é para o dia 21 de março.

No primeiro semestre, serão oferecidas quatro turmas de nível Zero, com 20 vagas disponibilizadas para cada turma. Já o segundo semestre, que também conta com 20 vagas ofertadas por turma, será composto por seis turmas, sendo quatro turmas do nível Zero e duas turmas do nível básico A2.

O projeto é uma parceria entre a UFPB e a Universidade de Línguas Estrangeiras de Dalian (DUFL), da China. Em novembro do ano passado, ambas as instituições assinaram um acordo de cooperação contemplando todas as áreas do ensino, extensão e pesquisa consideradas de interesse mútuo. Na UFPB, a responsável pelo curso é a Profa. Ana Berenice Martorelli, do Departamento de Letras Estrangeiras e Modernas.

Segundo a Profa. Ana Berenice, os aprendizes de mandarim possuem um forte diferencial que os auxiliam em intercâmbios acadêmicos e pesquisas nas mais diversas áreas.

“O mandarim é a língua oficial da China, cujo poder econômico a transformou em uma potência mundial. Nesse sentido, aprender mandarim aumenta, consideravelmente, a chance de sucesso profissional internacional. Além disso, é um incentivo para quem quer conhecer a cultura milenar da China ou aprofundar seus conhecimentos sobre este país, suas tradições, história, arte e literatura”, comentou a professora.

Os alunos que concluírem todas as aulas dos dois semestres do curso receberão um certificado do curso chinês Nível A2, passado pelo Centro de Educação e Cooperação Internacional para a Língua Chinesa.

Os melhores 10 alunos terão oportunidade de concorrer a bolsas de estudo na China nas férias de verão, durante um mês, no período de julho. O critério de seleção é definido pelos professores chineses de acordo com o desempenho do estudante.

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe