Atendendo solicitação do Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) o Senado Federal realizou, na tarde desta terça-feira (17), uma Audiência Pública com reitores e ex-reitores de universidades de todo o país, sobre os sucessivos cortes nos orçamentos das Instituições de Ensino Superior do Brasil.

A Audiência também debateu sobre o ‘Future-se’, do Ministério da Educação, relativo a novas formas de financiamento das universidades federais, em especial o incentivo à participação de recursos privados como parte das receitas disponíveis as instituições, bem como debater as suas consequências, como eventuais paralisações e contingenciamento de recursos.

A Audiência Pública foi realizada na Comissão de Educação, Cultura e Esporte – CE, da qual o Senador paraibano é membro titular. Durante as discussões, os debatedores apresentaram dados que comprovam os prejuízos que os sucessivos cortes orçamentários já estão causando no ensino superior e na pesquisa.

Ao falar aos presentes, Veneziano destacou que os cortes orçamentários, além de já provocar prejuízos para as instituições, tem gerado “impressões aterradoras” para o ano que vem. Ele lembrou os dados recentes da OCDE, que apresentaram o Brasil com números preocupantes quanto à Educação, e destacou que a falta de investimentos poderá piorar ainda mais o cenário educacional brasileiro.

Veneziano agradeceu a todos os participantes pelos dados esclarecedores que foram apresentados, citou e agradeceu a presença do ex-Reitor da UFCG Thompson Mariz, e disse que a Audiência Pública propiciará que o tema ganhe mais notoriedade e importância no Senado Federal, considerando que, a partir das discussões desta terça, o debate em torno dos cortes orçamentários e do ‘Future-se’ ficará mais rico e proveitoso na Casa.

Participaram do debate Fernando Peregrino, Presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONFIES); Wanda Aparecida Machado Hoffmann, Reitora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Marcelo Augusto Santos Turine, Reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS); Márcia Abrahão Moura, Reitora da Universidade de Brasília (UnB); Rui Oppermann, Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Soraya Soubhi Smaili, Reitora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP); Sandra Regina Goulart Almeida, Reitora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Thompson Mariz, ex- Reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG); Roberto Salles, ex-Reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Denise Pires de Carvalho, Reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais da metade das inscrições do Sisu 2020 foi feita por celular e tablet

Segundo o Ministério da Educação (MEC), cerca de 70% das inscrições do Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ) foram feitas por dispositivos móveis como celulares e tablets. Até o…