Por pbagora.com.br

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT-PB) realizou uma transmissão ao vivo, nessa quinta-feira (22), para divulgar os vencedores do Desafio Celso Furtado, que teve por objetivo aproximar os estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino da vida e obra de Celso Furtado, buscando estimular o interesse por elementos históricos e econômicos que perpassam a realidade brasileira.

Para isso, esses princípios foram utilizados como base para promover reflexões sobre o contexto em que se encontra cada unidade escolar, identificando problemáticas e propondo soluções. Ao todo, foram investidos mais de R$ 155 mil em bolsas de iniciação científica e bolsas-auxílio para orientações e formações.

O governador do estado, João Azevêdo, enviou um vídeo que foi exibido na live e parabenizou as equipes que participaram do Desafio. “Quero parabenizar todos os envolvidos neste Desafio, que supera as dificuldades impostas pela pandemia, nos permitindo chegar até aqui com mais essa ação exitosa. Tenho certeza que todos tiveram uma visão mais aprofundada sobre o Desenvolvimento Regional Sustentável e os desafios para o crescimento do Nordeste neste contexto”, comentou o governador.

Programa Celso Furtado – Durante a transmissão, o secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, anunciou que o desafio acontecerá regularmente a partir do ano que vem, tornando-se um programa anual da Rede Estadual de Ensino.

“Queremos agradecer a toda a Rede Estadual de Ensino, e a todos que trabalharam junto às equipes. Temos a certeza que esse Desafio vai ficar marcado na vida desses estudantes. O objetivo era pegar as ideias de Celso Furtado, juntamente com os objetivos para o Desenvolvimento Regional Sustentável, e fazer com que as escolas pudessem pensar nos problemas de suas comunidades e propor soluções. O desafio veio para ficar na Rede Estadual de Ensino como um programa anual com o pensamento de engajar cada vez mais estudantes para resolver os problemas da sociedade e levar conhecimento para toda a vida”, concluiu o secretário.

Trilhas do Conhecimento – O desafio foi desenvolvido em duas etapas: etapa escolar e etapa estadual, considerando diferentes atividades a serem realizadas. Para o desenvolvimento das etapas, foram traçadas Trilhas de Conhecimento, que permitiram aos estudantes e professores observar a realidade e propor soluções para problemáticas locais, conectando o pensamento de Celso Furtado à Agenda 2030 proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU). As trilhas em que os alunos se basearam foram: ‘Bem estar socioambiental’, ‘Desenvolvimento regional sustentável’ e ‘Instituições eficazes’.

Premiação – Os alunos e professores que venceram cada Trilha do Conhecimento receberão uma bolsa de iniciação científica a ser implementada em cooperação com a Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq/PB), durante o prazo de 12 meses, no valor de R$ 400,00 para os estudantes; e R$ 600,00 para os professores orientadores.

Vencedores
Trilha 01 – Bem-estar socioambiental

Classificação Equipe Escola GRE
1º lugar TPN em ação –
EEEFM Dr. Trajano
13ª
Pires da Nóbrega
trabalhe, pense e
inove
2º lugar Bem viver ECIT Alcides Bezerra 3ª
Trilha 02 – Desenvolvimento Regional Sustentável
Classificação Equipe Escola GRE
1º lugar Os Sapiens ECIT Francisca

Martiniano da
Rocha
2º lugar HL Sustentável EEEFM Senador

Humberto Lucena
Trilha 03 – Instituições Eficazes
Classificação Equipe Escola GRE
1º lugar Trilhando o caminho da sabedoria ECIT João Úrsulo 12ª
2º lugar Arte, ação e solução ECIT Alice Carneiro 1ª

 

PB Agora