Por pbagora.com.br

Prestes a concluir o seu mandato, o reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) descartou a possibilidade de prorrogar o mandato que se encerra no dia 12 de dezembro.

Em entrevista concedida à Campina FM, Rangel Júnior, diss que o que se discute é a forma como as eleições serão realizadas, pois, com a atual situação de pandemia, o sistema de votação ainda está em discussão para garantir a melhor condução.

– A decisão sobre as eleições não foi tomada ainda, pois não temos expectativa de realizar as eleições presencialmente, com um debate olho no olho. Eu posso afirmar que é praticamente descartado a possibilidade de retorno presencial de atividades este ano. Nós estamos estudando todas as alternativas para acontecer as eleições remotamente, e precisam ser realizadas até o final de novembro- explicou Rangel.

Com especulações sobre a possibilidade de estender o mandato por mais tempo, Rangel Júnior assegurou que não intenciona se manter no cargo além do período já estabelecido.

– Eu não sou candidato, nem posso e nem devo, estou no fim do meu segundo mandato. O mandato se encerra em dezembro, salve a possibilidade plena de realizar eleições remotamente. Em qualquer hipótese, eu não continuarei após no dia 12 de dezembro, que será meu último dia na gestão da UEPB. Em nenhuma hipótese eu aceitarei a possibilidade de prorrogar meu mandato, pois é um processo democrático- enfatizou.

Redação

Deixe seu Comentário